Resenha|| Insano



Título: Insano - Série Originals 1
Autora: Andy Collins
Editora: Independente
Páginas: 366 / Ano: 2015
Onde Comprar: Amazon

Gael Trent Malloy é o famoso vocalista da banda de Rock Originals, depois de um trágico acidente no palco que o deixa impossibilitado de andar, o sexy vocalista tenta recuperar seus movimentos com a ajuda dos seus amigos, o que ele não esperava era que, ao longo dessa jornada seu caminho cruzasse com o de Hanna Daves, a doce pintora que consegue quebrar suas barreiras sem nem ao menos mover um músculo.
Com ela, ele vai descobrir que suas limitações físicas não são nada diante do que a consome.
Ele nunca quis ser a salvação de ninguém, até hoje.

Insano conta a história de Gael, o arrogante vocalista da banda Originals. Certa vez, quando a banda ainda estava em crescimento, Gael teve uma grande decepção amorosa, juntando isso as facilidades que a vida de roqueiro lhe oferecem ele acabou se tornando o típico rockstar mulherengo sobre os quais já estamos acostumados a ler.

Quando o grave acidente o deixa paraplégico, tudo em que ele consegue pensar é em se curar, até que uma loira desajeitada cai no seu colo, literalmente, e balança todo o seu mundo e o faz pensar em tudo o que ele achou que já estava definido.

Hanna é uma mulher calejada pela vida que vê seu recomeço nos vários trabalhos voluntários que realiza. É no hospital, um dos seus lugares de trabalho, que ela acaba conhecendo alguns integrantes da banda Originals, não que ela saiba exatamente quem são, mas pelo alvoroço que o local se torna e pela insistência da sua melhor amiga sobre os roqueiros mais quentes da atualidade. Ela acaba os conhecendo realmente. As coisas ficam embaraçosas quando ela desastrosamente cai no colo do vocalista sexy, porém arrogante, da banda.

Depois de várias tentativas de desculpa frustradas, eles acabam saindo para um jantar, e é ai que ambos se rendem a atração que sentem. O fato de Gael estar em uma cadeira de todas não é impedimento para que eles se entreguem a uma relação hot intensa.

Enquanto para ele esse encontro tem a finalidade de provar que ainda é capaz de levar uma mulher a cama e satisfazê-la, Hanna acaba se envolvendo demais.O jeito arrogante e autoritário dele acaba tirando dela a liberdade que ela tanto demorou para conquistar. Talvez o amor não seja tão forte assim e Hanna decida acabar de vez com o que eles tem. Mas quando Gael percebe que o jogo virou, e que ele está completamente apaixonado pela loira misteriosa, vai dar tudo de si para reconquistar a mulher que ama, dando o seu melhor para sair dar cadeira de rodas e ser o homem que vai estar ao lado dela quando seu doloroso passado vier a tona.



Insano é o típico clichê rockstar, e isso não é ruim. Eu amei a escrita da Andy nos livros anteriores que li e não podia deixar essa história passar, então embarquei nessa leitura e não me arrependi. Acostumado a ter tudo o que sempre quis inclusive as mulheres, Gael acaba vendo sua vida mudar totalmente quando o acidente o deixa em uma cadeira de rodas. O humor do roqueiro tatuado, que nunca foi dos bons, só piora. E quando ele acaba conhecendo a única pessoa a quem realmente entrega seu coração, esse sei jeito de ser pode acabar com o que parece ser a melhor coisa que já aconteceu em sua vida.

Hanna já teve seus problemas e continua os enfrentando dia após dia, é por isso que quando ela conhece um Rockstar tatuado acaba sem entregando a essa fuga da realidade, mas o que era para ser só uma distração acaba se tornando um amor intenso e complicado.

Andy escreveu mais uma história interessante, todos os elementos de Insano nos deixam presos e imersos nesse enredo cheio de reviravoltas, segredos e paixões. Infelizmente dessa vez nenhum dos personagens da Andy me conquistou. Gael é um babaca, e a Hanna uma lerda. Tudo o que ele faz é magoá-la e ofendê-la, mas só precisa se aproximar dela para que ela o perdoe e esqueça tudo.

Gosto de histórias com personagens fortes, especialmente a mocinha. Aquelas nas quais as mulheres mostram a força que tem e acabam fazendo o bad boy se arrastarem aos seus pés. Não me entendam mal, a história é boa (afinal é Andy Collins, não é?), mas eu esperava algo mais dela, especialmente depois de ler a serie Willers family e amá-la.

Minhas expectativas agora estão em Insensível, Micah foi um personagem que me chamou a atenção desde o inicio desse livro, e como sua história será a próxima a ser contada, acredito que pode me conquistar mais do que Insano.

Se você curte um romance Rockstar que mesmo clichê, traz um belo enredo e uma história intrigante, não pode deixar de ler esse livro. Eu o devorei, mesmo não o achando o melhor da Andy. Ele está cheio de ensinamentos sobre a importância da vida, do tempo e do amor, principalmente, de se lutar por aquilo que se quer e acredita antes que seja tarde demais. Se você curte histórias assim não pode deixar de ler Insano. Eu li, e recomendo!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.