Resenha|| O casal que mora ao lado




Título: O casal que mora ao lado
Autora: Shari Lapena
Editora: Record
Páginas: 294


É o aniversário de Graham, e sua esposa, Cynthia, convida os vizinhos, Anne e Marco Conti, para um jantar. Marco acha que isso será bom para a esposa, afinal, ela quase nunca sai de casa desde o nascimento de Cora e da depressão pós-parto. Porém, Cynthia pediu que não levassem a filha. Ela simplesmente não suporta crianças chorando.
Marco garante que a bebê vai ficar bem dormindo em seu berço. Afinal, eles moram na casa ao lado. Podem levar a babá eletrônica e se revezar para dar uma olhada na filha. Tudo vai dar certo. Porém, ao voltarem para a casa, a porta da frente está aberta e Cora desapareceu. Logo o rapto da filha faz Anne e Marco se envolverem em uma teia de mentiras, que traz à tona segredos aterradores.

O casal que mora ao lado, lançamento de 2017 pela Editora Record, é um livro do gênero suspense e mistério, que nos apresenta à vida do casal Anne e Marco Conti. Eles acabaram de ter uma filha, Cora, mas a deixam em casa numa noite para comemorarem o aniversário de sua vizinha, Cynthia. Acalmem-se que eles não são tão irresponsáveis assim. Eles estão na casa ao lado, estão indo, de tempo em tempos, ver a bebê e estão com a babá eletrônica. Está tudo bem, até eles voltarem para casa e constatarem que a porta da frente estava abera e que Cora havia desaparecido. Em meio a uma investigação angustiante, acompanhamos os dramas familiares de Anne, Marco, seus vizinhos e sua família e ficamos ávidos para saber o que vai acontecer.

A avidez de descobrir o que aconteceu naquele curto período em que a bebê sumiu, some conforme a história vai se desenrolando e o leitor percebe que há apenas uma coisa que possa ter acontecido. E acho que essa foi minha primeira decepção com essa leitura. Minha segunda decepção ficou por conta da motivação do acontecido, apesar de precisar ressaltar que temos uma construção maior nesse quesito que pode surpreender os leitores mais desatentos.


Entretanto, esse livro não é feito apenas de pontos negativos, ele tem um fator que me agradou demais, que foi a construção da Anne Conti. Sabe aquela personagem com problemas psicológicos intrínsecos e que confundem, por vezes, o leitor? Ela, quando mais nova, passou por vários problemas que são abordados ao longo da trama e isso faz com que, de certa forma, ela não tenha certeza das coisas. Esse ponto foi extremamente positivo e, se a autora o tivesse abordado de forma mais profunda e trabalhado mais detalhadamente com essa construção, o livro seria magnífico, de verdade.

Outro ponto interessante foi o final, apesar de a escolha da autora ter deixado o final aberto e o leitor ávido para conhecer um pouco sobre o que vem depois daquilo. Eu acho que, no geral, o livro é muito interessante, que tem pontos positivos que devem agradar muitos leitores, ao mesmo tempo, que os pontos que citei como negativos podem ser positivos para leitores menos acostumados com o gênero, pois, vejam, eu sou viciada em obras desse gênero e estou sempre ávida para solucionar esses crimes, coisa que acontece aqui. Recomendo essa leitura, pois apenas quem ler pode definir se vai gostar ou não.

SOBRE A AUTORA:

Shari Lapena trabalhou como advogada e professora de inglês antes de se tornar escritora. O Casal Que Mora ao Lado, seu primeiro thriller, foi finalista do Goodreads Choice Awards na categoria Mistério & Thriller e figurou várias semanas na lista de mais vendidos do New York Times. Os direitos de publicação foram adquiridos por 24 países.

Nenhum comentário