Resenha|| Obsidiana #Saga Lux-1






"Esse tipo de amor deveria ter sido capaz de vencer doenças. Esse tipo de amor deveria ter conquistado qualquer coisa."


Título: Obsidiana
Autor: Jennifer L. Armentrout
Editora: Valentina
Páginas: 320


Começar de novo é um saco.
Quando a gente se mudou para o interior, bem no início do último ano do colégio, eu já vinha me preparando para o sotaque caipira, o tédio, a internet lenta e um monte de chatices…Até dar de cara com o meu vizinho lindo, alto de dar tontura e com intimidantes olhos verdes. Hummm…os prognósticos estavam melhorando.
Até que…ele abriu a boca.
Daemon é irritante. Arrogante. Dá vontade de matar. A gente não se dá bem. Não mesmo. Mas, quando um caminhão quase me transforma em panqueca, o garoto literalmente congela o tempo com um aceno de mão e aí, bom, algo inesperado acontece.
O alien gato (meu vizinho) tem poderes!!!


É tão gostoso quando ficamos satisfeitos ao termino de uma leitura. Principalmente quando estamos no inicio do ano e as coisas tendem a desacelerar. Fazia tempo que não tinha essa sensação de me perder em personagens. E, foi justamente isso que aconteceu em Obsidiana, lançado pela editora Valentina, cuja autora Jennifer L. Armentrout mantém personagens intensos, prestes a explodir quando resolvem ficar lado a lado.

Tudo começa quando a mãe de Katy decide se mudar da Flórida. Depois que seu pai faleceu, as duas ficaram desamparadas e precisavam recomeçar. Agora, em uma cidade minuscula e cheia de pessoas estranhas e olhares tortos ela ainda não decidiu qual personalidade assumir: a nerd quietinha (que sua mãe confiava) ou uma garota completamente diferente do que fora em sua cidade natal.

Katy nem imaginava quem seriam seus vizinhos ou melhor... que ela ficaria tentada por aqueles olhos verdes e intimidadores. Sua mãe obriga que ela faça novos amigos; como forma de atender aos caprichos da sua mama ela bate a porta e Daemon abre. A beleza do garoto atrai o olhar de Katy para sensações estranhas e sentimentos intensos. Ela sai do transe quando Daemon lhe dá um fora enorme. A relação entre eles não começa nada bem. Por outro lado, a irmã dele, a Dee, é uma criatura amorosa e coloca tantas expectativas na amizade com a Katy que nos constrange.

As duas se tornam grandes amigas, mas isso incomoda Daemon. Ele irá proteger a sua irmã a todo custo de Katy, nem que isso se  custe a sua vida. 

A priori Katy não entende o porque desse tratamento, mas há segredos por trás dessa família que precisam ser mantidos. Ao decorrer do enredo ela vai descobrindo coisas estranhas que acontecem na cidade e isso a faz ligar os pontos. Quando Daemon decide que o melhor é se aproximar de Katy, para proteger sua irmã, ele esquece de munir os seus sentimentos. Uma vez que a paixão laça o coração do nosso Bad Boy, nós descobrimos o seu maior segredo. Afinal, como ele podia ter uma beleza de outro mundo? Cabe a Katy descobrir.

Em Obsidiana, primeiro livro da Saga Lux, contamos com uma fantasia diferente da qual estamos acostumados. Muitos podem comparar o livro com a Saga Crepúsculo, mas eu discordo. A intensidade vivida nessa leitura é bem maior e a proposta é diferente. Cada capítulo é um nocaute que a Jennifer dar em nosso peito. Primeiro porque a relação de Katy e Daemon não é fácil, eles brigam a todo momento. Ao passo que se odeiam eles percebem mais um do outro para se apaixonar.


Katy é jovem, mas uma garota madura. Inicialmente, ela nos passa a ideia de uma garota frágil que ao perder o pai quis se isolar do mundo. Por outro lado, descobrimos o quanto ela é destemida e fará de tudo para proteger sua mãe e seus amigos. Sabe aquela personagem que se coloca na frente de um raio por você? Prazer, essa é a Katy. Vale destacar, que a nossa personagem é uma leitora voraz e possui um blog. Ela sempre buscava atualizar o seu público sobre as suas leituras. 
“Não poder acessar meu blog literário desde a mudança era como ficar sem um braço ou uma perna.”

Daemon é o crush literário dos sonhos de qualquer garota, até mesmo as adultas se sentem adolescentes com a descrição dele. Mal humorado, irritadinho, sem papas na língua; mas está sempre pronto para defender a Dee, que por sinal é a sua irmã gêmea. Ela seria a versão boa e sweet de Daemon. Com um jeito único para encantar e fazer novas amizades, a Dee é a ponte que liga o irmão a Katy. 
“Daemon podia ser um gato, mas era um idiota.”
A ambientação onde a narrativa se passa é tão gostosa e ao mesmo tempo sombria. Tem aquele clima pitoresco de cidade pequena, em que todos se conhecem; como também todos sabem seus erros e estão prontos para te julgar. Toda mudança tem um lado bom e um lado ruim. Cabe a Katy descobrir o melhor dessa situação.

Ao mesmo tempo que acompanhamos o tratamento entre os protagonistas, somos compilados a uma série de ações que torna a trama uma montanha russa de sensações. A fantasia não acontece apenas pelo romance, mas pelo cadenciamento de ações que tiram o leitor do sério. É fantástico. A leitura é recomendada a um público adolescente adulto, como também para os adultos que querem se sentir adolescentes de novo. Ah, vai... todos nós precisamos sentir isso. 

Não quero parar no primeiro livro da série. Já estou lendo no meu Kindle a sequência. Só que eu desejo ter todos esses livros na minha estante, pois a edição da editora valentina está belíssima e bem revisada. A capa enche os nossos olhos com o título destaque e a imagem gloriosa do Daemon.



12 comentários

  1. ´Sempre vi esse livro fazendo um enorme sucesso nos blogs,mas nunca me interessei em ler o mesmo,essa capa sempre me trouxe um ar de história estilo crepusculo,tanto que você citou que muitos leitores comparam as sagas,não sou muito ligadas a romances,já gostei bastante de ler porém hoje em dia eles não são minhas prioridades,mas fico feliz que tenha gostado tanto e espero que o próximo mantenha o padrão.

    ResponderExcluir
  2. Heiii, tudo bem?
    Adorei seu post!
    Sempre quis ler algo da Saga Lux e to vendo que vou gostar mto do Daemon.
    O casal parece que vai aprontar mto, o tipo de romance com fantasia e aventura que eu gosto.
    Com certeza vou ler, uma pena que seja tao caro.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  3. Apesar do título não me chamar a atenção, gosto de livros que nos prende, com personagens bem construídos, como parece ser o caso destes. Fiquei curiosa para saber o segredo da família do Bad boy e fico feliz que o livro fuja dos clichês tipo crepúsculo, já saturou.
    Dica anotada, espero que consiga ter todos os livros em sua estante.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiee Amanda ^^
    Tenho receios de ler esse livro, pois imagino que não vou gostar do mocinho. Eu não gosto de pessoas mau humoradas e que se irritam do nada, não tenho paciência...haha' quando estão em livros então, RÁ! Apesar de imaginar a montanha russa que a história deve ser, não quero me arriscar a ler ainda. Mas fico feliz que gostou :)
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2018/01/underground-airlines.html

    ResponderExcluir
  5. Daemon parece o tipo de personagem que realmente se tornaria meu crush literário! Essa é a segunda resenha que vejo sobre essa saga hoje, eu não gosto muito desse estilo de capa mas a premissa do livro me deixa tão curiosa a respeito do que acontece. Sem contar que esse climinha de cidade pequena de fato é muito bom.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Ahh eu amo esse livro!
    Daemon é um fofo e muito querido. A forma como cuida de todos e como inicia o romance com Katy é bem gostosinho de acompanhar. Apesar dele ser meio ogro as vezes é uma série que vale a pena a leitura.
    Espero que você se encante com os outros volumes.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. Eu acho um pouco bizarro essa premissa em função do alienigena, sério, não consigo pensar nisso... rs Mas a saga toda tem feito sucesso e eu fico bem curiosa em relação a como esse romance se dá.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Li a resenha do ultimo livro hoje e vc vem com o do primeiro livro isso é intriga da oposição para fazer com qie eu leia essa serie kkkkk mas quero ler sim ainda pq ambas resenha falaram que nao tem a ver com Crepusculo. Na verdade ja tinha curiosidade só faltar ter dilmas para adquirir os livro.

    Bruna
    http://www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir
  9. Oie
    Que blog lindo o seu, já tô seguindo. Ainda não li essa série mas quero muito, acho que vou gostar bastante. Adorei saber sua opinião e as edições da editora Valentina estão ótimas mesmo.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li essa série, parece ser muito bacana e divertida. rsrs
    Gostei muito da recomendação, já faz um tempo que tenho essa dica aqui anotada, a sua só reforça mais uma vez.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  11. Olá, que bom saber que esse primeiro volume da série lhe agradou tanto. Eu acho a premissa e os protagonistas super interessantes e também já quero ler Obisidiana.

    ResponderExcluir
  12. Segunda resenha sobre essa saga, pelo jeito está fazendo sucesso haha
    Você diz que discorda quando falam da semelhança entre essa saga e Crepúsculo, engraçado pois tudo que vi é gente dizendo o contrário.
    Bom, eu não posso dizer nada, pois não li essa ainda, mas com certeza eu creio que iria adorar lê-la.

    ResponderExcluir