Resenha || Meu maior presente






"Você sempre foi e sempre será meu maior presente.” 

Título: Meu maior presente 
Autora: Mila Wander 
Editora: Planeta (Selo Essência) 
Ano: 2017 | Páginas: 352
           
A história de um amor proibido, escrita pela mesma autora do sucesso O Safado do 105 Lucas foi abandonado num orfanato e só aos nove anos de idade ganhou o presente que mais desejava: uma família. Mel nasceu na família perfeita. Seu pai, sua mãe e seu irmão, dez anos mais velho, a amavam. Ela era o xodó dos Carvalho Lemos. O que ninguém esperava era que, na adolescência, Mel começasse a olhar de um jeito diferente para Lucas, seu irmão adotivo, seu protetor, seu motorista de baladas, seu confidente. Ele também a percebeu diferente, a desejou e seu amor fraterno se transformou em outra coisa. Lucas, porém, não podia deixar que esse novo e assustador sentimento arruinasse seu sonho de ser amado por uma família.

“Você sempre foi e sempre será meu maior presente.” 

Lucas é um jovem advogado que tem tudo o que uma pessoa pode querer na vida, um bom emprego, uma família amorosa e uma casa confortável, mas nada disso foi entregue de a ele mãos beijadas. Lucas foi abandonado em um orfanato quando tinha 2 anos e entre idas e vindas ele nunca conseguiu ser adotado, até que aos 9 anos escreve duas cartas ao papai Noel, em uma pedindo um pai e em outra uma mãe. Por obra Lucas acaba sendo adotado e sua alegria se torna ainda maior com a chegada da sua irmãzinha. 

Os anos se passaram  e Lucas e sua família são o porto seguro uns dos outros, o amor entre eles é incondicional e a relação é maravilhosa, mas tudo começa a mudar quando de repente Lucas percebe que passou a nutrir um tipo diferente de sentimento pela sua irmã. Eles sempre foram muito amigos e confidentes, mas de repente Lucas passa a notar Mel, não como sua irmã mais nova, mas como uma bela mulher em formação. 

Ele tenta esconder e se livrar dos sentimentos conflituosos que nutre pela Mel  e acaba se entregando a bebida, namoros ou focando todo o seu tempo na sua carreira, e por mais que todas essas distrações o ajudem por um tempo, ele nunca consegue manter seu coração longe da Mel por muito tempo.

“Por mais que eu imaginasse, sonhasse ou quisesse, jamais me enxergava tocando na minha irmã de verdade. Claro, eu estava enganado. Subestimei o nível do meu amor, que era maior do que pensei, e da minha capacidade de controlá-lo, que era medíocre.” 

Tudo desmorona quando Mel, sem conseguir dar o seu primeiro beijo pede a Lucas que a ajude, ela diz que confia nele e por não serem irmãos consanguíneos não vê problema no ato, Lucas tenta evitar, por mais que seu corpo e coração desejam muito essa intimidade, ele sabe que a Mel é sua irmã e que ele, um homem formado e bem mais experiente que ela deve ser o responsável, mas como negar ao coração o que ele mais deseja?

Depois do beijo apaixonado, e de perceber, que por mais que tente jamais conseguirá esquecê-la enquanto estiverem próximos, Lucas decide aceitar uma oferta de emprego no exterior e vai embora. Mel fica arrasada, ela acaba de perder o irmão, o amigo e protetor que teve por toda a sua vida, mas Lucas sabe que é o melhor para ambos.
“Começou como um selinho demorado, que não faço ideia de quanto tempo durou. Só sei que fechei os olhos e lá fiquei, sentindo nossos corações acelerados se agitarem ainda mais.”
Nem o tempo, nem a distancia conseguem fazer com que Lucas tire Mel da sua cabeça ou coração, e quando ele sabe que ela está completamente mudada e se destruindo aos poucos decide voltar ao Brasil prometendo aos pais que irá ajudar a salvar  a sua irmã. O que ele não esperava era a frieza com a qual Mel o receberia, e depois de saber que ela sempre retribuiu os loucos sentimentos dele, decide mais uma vez se afastar deixando claro que sempre será seu protetor e amigo, mas nada além disso. 

O problema é que Mel também está disposta a esquecê-lo e quando ela finalmente segue em frente, Lucas terá que descobrir se é forte o bastante para abrir mão da mulher que ama para que ela seja feliz ou se a felicidade dela só será possível ao seu lado.


“Depois de tantas coisas que aprendi contigo, você realmente deveria ter me ensinado a te esquecer.”

Eu li esse livro sem muita expectativa, pois minha experiência anterior com a escrita da autora não foi muito feliz, mas sinto orgulho em dizer que me surpreendi.

Meu maior presente é muito mais que um romance, é uma história sobre descobertas, sobre luta, sobre enfrentar desafios, sobre assumir os seus sentimentos e lutar pelo que acredita. É sobre o amor verdadeiro, o poder da família, da amizade, do altruísmo.

Me surpreendi muito positivamente com essa história, tanto que a devorei em questão de horas e quando terminei já queria muito ler novamente. 

Mesmo que Lucas e Mel não fossem irmãos de sangue, eram irmãos perante a lei e isso os impedia de ficar juntos, além é claro, do caráter do Lucas que se sentia sujo e mesquinho por desejar a irmã de quem sempre cuidou e protegeu.

Não é fácil aceitar e entender o sentimento entre eles, afinal apesar de Lucas já ter dez anos quando Mel nasceu, ela sempre foi criada como sua irmã e para ela ele sempre foi apenas isso. Mas quem é capaz de mandar no coração? 

“ - Não vou te deixar nunca Mel.
Mas eu a deixei, porque o meu amor por ela era mais forte do que a minha vontade de tê-la para mim.”

Lucas era um homem vivido e experiente, que sabia que o amor pela Mel não era um caso de luxuria ou paixão proibida, mas ele sabia que ela era nova e ingênua e sempre deixou que ela seguisse seu caminho e tivesse suas experiências, ele a amava e por isso mesmo sempre a protegendo lutou para que ela encontrasse seu caminho.

Quando finalmente descobriu que Mel o amava, Lucas sentiu seu mundo desmoronar novamente, uma coisa era ter um amor platônico pela irmã mais nova e outra era saber que ela achava que sentia o mesmo. Mas quando eles enfim perceberam que o que os unia era um amor real e sem fim decidiram lutar juntos contra a lei, a sociedade e a própria família se fosse necessário para poder viverem o sentimento que os unia.

Lucas e Mel são personagens intensos e apaixonantes, não tem como não se encantar por eles e por sua historia. Torcer e se emocionar com esse amor intenso e proibido, mas tão lindo e encantador. Esse foi realmente um dos melhores livros que li nos últimos tempos, uma história que fica difícil de explicar ou resenhar, ela é daquelas que é necessário ler e sentir para compreender, por isso se você curte um romance bem escrito, intenso e muito muito lindo, essa história é para você. Vem conhecer e se apaixonar pela história do Lucas e da Mel garanto que você não vai se arrepender. 

A edição da Editora Planeta está linda, a capa é uma fofura, a revisão e diagramação estão perfeitas, e a letra e folha amarelada só deixam a leitura ainda mais agradável e a obra ainda mais bonita.


“A única coisa que eu podia fazer se quisesse mesmo um fim feliz, era viver de acordo com a verdade que brilhava em meu peito e não podia ser calada nem mesmo por mim: eu amava a Mel, eu queria a Mel, eu ia ter a Mel para mim. E o resto... Bom, o resto podia ir pro inferno.”
Onde comprar: Amazon | Saraiva

9 comentários

  1. Olha já tem um tempo que estou de olho nesse livro para solicitar para a Editora Planeta, mas na verdade você me convenceu a comprar viu? Eu li sua resenha que aliás está muito bem escrita e quero muito ler, porque adoro romance assim que começa meio que sendo proibido e vai se desenvolvendo com o passar das páginas. Adorei Fabi. É uma resenha assim que te falei que tu arrasa. Adorei de verdade, principalmente porque era um livro que estava querendo faz algum tempo. Mas enrolei um mundo pra ter. Agora sem dúvida vai ser uma das minhas próximas aquisições =]

    Silvana - I LOVE MY BOOKS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sil, tudo bem?
      Owmm que comentário mais lindo. Muito obrigada por suas palavras, me emocionei.
      Gostei muito dessa história e de como a Mila a desenvolveu. Confesso que também tive medo de me arriscar nessa leitura, mas depois que a li me encantei. Espero que o mesmo aconteça com você.
      Beijos e obrigada por nos visitar.

      Excluir
  2. Que resenha linda!
    Faby, estou muito feliz que você me deu outra oportunidade e que curtiu o livro
    Obrigada mesmo, de coração.
    Parabéns pela resenha bem escrita e pelo blog lindo!
    Mais uma vez, OBRIGADA!
    Bjokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wowww que honra ter um comentário seu aqui Mila.
      Eu que me senti feliz por dar uma outra oportunidade e ter me surpreendido tçao positivamente. Eu amei esse livro. Tão lindo e tão intenso. Espero ler mais obras suas assim e com certeza irei divulga-las. Parabéns e muito sucesso!

      Excluir
  3. Oiii tudo bem ?
    Confesso q esse tema n me agrada muito sei la. , mais eu fiquei curiosa e tenho vontade de conhecer a escrita da autora darei uma oportunidade ótima resenha.

    Bkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sara, tudo bem?
      Super entendo você não curtir muito o tema, mas se eu puder te indicar diria para você pelo menos começar essa leitura, tenho certeza de que você vai se encantar também.
      Beijos

      Excluir
  4. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que a primeira vez que vi a capa desse livro, não me interessei muito. Achei que seria mais um romance desses clichês e super previsíveis. Mas me surpreendi lendo algumas resenhas.
    Que tema polêmico hein? É uma situação muito complicada, porquê eles são irmãos perante a lei e cresceram como irmãos, mas, realmente, quem manda no coração né? Acho que é difícil de aceitar, mas sou muito romântica e sempre torço para o amor falar mais alto haha.
    Adorei sua resenha e fico feliz que você tenha dado uma segunda chance para a escrita da autora e se surpreendido positivamente. Já anotei a dica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Não sei se leria pelo tema, não sei como lidaria. Mas é uma situação diferente e interessante, né? Beijos e sucesso, amei a resenha!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Gostei da sua resenha :) Confesso que só conhecia o livro pela capa, não fazia ideia do que ele se tratava, achei interessante, mas ainda não sei se leria.

    Bjs!

    ResponderExcluir