Resenha|| Garota Tempestade


"Se Tracy era do tipo que fazia os conservadores virarem a cabeça, Grizelda praticamente fazia as cabeças rodarem no estilo O Exorcista. Grizelda não era seu nome verdadeiro. Tampouco Xana Xawasca, nome que usara quando fora estrela-pornô. Como Xana Wavasca, Grizelda fora ruiva e tão peituda quanto uma beldade de SOS Malibu."

Título: Garota tempestade
Autor: Nicole Peeler
Editora:  Valentina
Ano: 280

Mesmo tendo passado a vida inteira na pequena e conservadora cidade de Rockabill, Jane True, 26 anos, sempre soube que não se encaixava numa sociedade pretensamente normal.
Durante um de seus clandestinos nados noturnos no mar congelante, desafiando um perigosíssimo redemoinho, uma descoberta terrível leva Jane a revelações surpreendentes sobre sua herança genética: ela é apenas meio-humana.
Agora, Jane precisa penetrar um mundo de mitos e lendas, povoado por criaturas sobrenaturais, aterrorizantes, belas e até mortais. Características que também descrevem perfeitamente Ryu, seu novo “amigo” -- um vampiro poderoso, deslumbrante e hummm, aiii... muuuito SEXY.
Resenha|| Não fale com estranhos

Jane true é a típica garota isolada, pária em uma cidade como Rockabill. Mesmo com a presença do seu pai, ela se sente sozinha por fora, pois não há uma presença materna naquele meio. Ela desapareceu quando Jane ainda era pequena e ninguém sabe ao certo se ela foi assassinada, fugiu ou foi levada por uma tempestade (teoria mais aceita por todos na cidade). A menina se culpa todos os dias por seu pai não a tratar tão bem quanto queria. Ela acredita que sua mãe desapareceu por sua culpa, mas isso não a impede de viver. Ela sabe que é mais forte do que pensa, e para isso tem o apoio de sua Tracy e Grizzie- donas da livraria em que ela trabalha; como também o apoio do seu pai, com o pequeno laço paternal que lhe resta.

Com todas as pertubações e anseios, Jane tenta pular essas barreiras no seu dia e fazer coisas que gosta e a que deixa feliz. Uma delas é nadar em uma pequena enseada secreta. Para ela, nada melhor que nadar em pleno inverno, pois dessa forma ela consegue esquecer os problemas. 

Por outro lado, Jane True não tem sorte quando o assunto é lidar com as pessoas, ou melhor com os mortos! Sim, a garota tem uma sina em achar cadáveres nos lugares mais horripilantes. A última vitima foi encontrada morta em alto mar, as suspeitas indicam que foi afogamento, mas a garota sabe que ele foi assassinado e isso a constrangi. O medo em revelar esse segredo pode colocar a sua vida dela em risco.

Alguns eventos depois, Jane se depara em uma situação bizarra quando encontra seres sobrenaturais, que sempre estiveram as sombras de sua cidade. As verdades serão expostas de forma crua. Jane terá que fazer escolhas que podem mudar sua vida. Uma delas é descobrir mais sobre si mesma. Para isso ela terá uma ajudinha de Ryu, um investigador sexy, da comunidade sobrenatural, que também está averiguando essas mortes. Afinal, quem é esse temido assassino? Por que está matando inocentes? Será que jane encontrou um propósito para sua vida?


Garota tempestade é o livro para você ler e relaxar em uma tarde de Domingo. Nicole Peeler tem uma escrita sexy e sincera quando revela as ambições de suas personagens, principalmente da Jane. 


“- O que farei com você? Me distraia, pensei, fazendo força para conter as lágrimas. Me reinvente. Me tire da minha própria cabeça; me resgate de minha própria vida...”


A protagonista nos leva a questionar certos valores sociais, e um deles é essa relação que temos com os nossos pais. Jane e o seu pai mantêm uma relação próspera, apesar de serem frios um com o outro. Não há um diálogo empolgante em que você sente uma proximidade entre eles. pelo contrário, o buraco pela falta que a mãe/esposa faz é notório. Há momentos em que Jane se culpa tanto pela morte da mãe, que sua vontade é morrer ali mesmo, mas ela sabe que algo muito maior espera por ela.


“Mas a família True era feita de aço e agi com a mesma bravura e determinação que havia demonstrado na noite anterior, quando virei o corpo de Peter. Desmaiei e caí dura no chão.”

Quando ela começa a descobrir e encontrar respostas para as suas perguntas, antes vazias, e fazer escolhas a partir delas, o sentido de sua vida retoma. Ela sabe que nadar contra a maré é muito mais empolgante do que se manter em águas tranquilas. E, por isso, ela vai atrás do assassino, ela busca saber mais sobre o desaparecimento de sua mãe com a ajuda de Ryu.

A Editora Valentina é tão caprichosa com suas edições, que é quase impossível não se apaixonar por essa capa e diagramação. Continuo a dizer que é uma das editoras que melhor cuida com relação a revisão ortográfica para que o leitor se sinta relaxado em ler sem reclamar de erros básicos da língua.

É uma fantasia que tira você do mundo real e te coloca em contato com os moradores de Rockabilly. Uma cidade pacata e cheia de mistérios. Em que seres sobrenaturais vivem em meio aos seres humanos. Por isso, Garota tempestade é uma leitura apropriada para os que curtem o gênero fantasia, e estão a procura de um livro com uma pegada dark que mescle a sensualidade da protagonista com seu lado mais sombrio.


“- Sexo incrível, roupas maravilhosas e X-tudo sempre que eu pedir... acho que consigo me acostumar com essa vida - brinquei, virando-me para o espelho, tentando equilibrar o vestido e ao mesmo tempo arrumar os cabelos num coque alto. De repente, Ryu estava bem atrás de mim, passando os braços por minha cintura, por baixo do vestido. Fungou em meu pescoço, respirando fundo - Esse é o plano, Jane.”

2 comentários

  1. Oi Amanda!

    Tudo bem? Então, eu já esse livro aqui e ali então sei do que se trata, mas é sempre bom ver novas opiniões sobre obras.

    Apesar de adorar fantasias eu simplesmente não consigo me encantar pelo livro, não sei bem o motivo acredito que seja pelo fato de ela estar sempre se culpando pela morte da mãe e isso me encher o saco nos livros que leio, mas quem sabe, algum dia não dou uma chance pro livro, já que o elogiou tanto assim como a escrita da autora.

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Gosto da fantasia que paira sobre o enredo. O livro parece ser divertido e despretensioso, acredito que seria uma boa pedida para curar ressacas literárias. Anoto a dica.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir