RESENHA || SOZINHA NO MUNDO

 Título: Sozinha no Mundo | Autora: Marcos Rey | Editora: Global | Ano: 2005 | Páginas: 125

                            
         Avaliação: 
             Onde comprar: Amazon

Pimpa só tem catorze anos e está sozinha no mundo. Sua mãe acaba de falecer no ônibus que a trouxe para São Paulo. Ela precisa encontrar com toda urgência seu "tio" Leonel, o único parente que lhe restou. Além de Lila, uma oncinha de pelúcia quase gente, será que ela poderá contar com a ajuda de alguém numa cidade tão grande? As respostas para essas e outras perguntas você encontrará nesta história terna e delicada, de amizade e de grande emoção.

          

Pimpa é uma garota muito esperta, mas está sozinha no mundo. Sua mãe morreu dentro de um ônibus. Pimpa ficou órfã e agora sua missão é encontrar seu tio, único membro da família que ela tem agora. 

Uma família quis cuidar de Pimpa até ela encontrar seu tio. Só que esta corajosa garotinha, está sendo perseguida por uma falsa assistente social. 

"Andando sobre o muro, já sem receio de perder o equilíbrio, Pimpa gritava para chamar atenção de mais pessoas. Uma mulher, que passava com uma trouxa enorme de roupa. Um carteiro interrompeu seu serviço e lá ficou. Um homem que ia abrir um bar não abriu e aproximou-se do muro, fazendo perguntas. Um bêbado, maltrapilho, do outro lado da rua lançava insultos ao Dr. Julio, sempre com os braços abertos para impedir a fuga de Pimpa.". 


Pimpa sempre acha alguém em quem pode confiar, mas sempre foge com medo de ser pega por aquela mulher que se diz assistente social.

Será que Pimpa vai conseguir achar seu tio Leonel? Será que ela vai ser pega pela mulher? Será que, mesmo sozinha no mundo, Pimpa vai ter um final feliz?

"Dona Berenice deu em Pimpa um beijo de despedida. Noel pensou em fazer o mesmo, mas cadê a coragem?"

Eu gostei muito da história de Pimpa. Ela me mostrou ser uma garotinha muito corajosa e com o coração bom que sempre encantava as pessoas do bem. 

Na verdade, Pimpa não está  sozinha. Ela tinha Lila, sua melhor amiga e única companhia na maior parte do tempo. Mesmo sendo apenas uma oncinha de pelúcia, Pimpa se sentia segura com Lila. Ela era sua melhor amiga.

O livro mostra que o mundo é muito perigoso. Temos sempre que tomar cuidado com as pessoas más disfarçadas de ajuda. 

Fiquei muito emocionada no final da história. E também fiquei muito feliz com a segurança de Pimpa. 


Neste livro também temos belas ilustrações feitas por Cecília Esteves. 

Estas ilustrações ficaram muito legais pois nos mostra cada pedacinho da aventura de Pimpa e faz com que a leitura fiquei muito mais interessante.

"Concluído o depoimento, todos se levantaram. Pimpa e Lila puseram - se bem perto da bruxa, que por sinal usava aquele perfume. - Ai!- gritou ela, logo olhando para a mão. - Quem me arranhou?Pimpa escondeu a oncinha nas costas, sabendo quem fora a autora do arranhão. É difícil controlar o felino."




Nenhum comentário