PRIMEIRAS IMPRESSÕES|| A CAMINHO DA ETERNIDADE


Título: A caminho da eternidade| Autora: Tatiane Tálita| Editora: Amazon
Ano: 2017| Páginas: 335

Avaliação: 
Onde comprar: Amazon
O que uma pessoa que sabe que vai morrer é capaz de fazer?
Isabela Gusmão de Alvarenga cresceu dentro de uma redoma de vidro, cercada de carinho e proteção, para não se quebrar, para não morrer… mas Bela tinha um plano para se libertar e viver sem a sombra da morte pesando em seu caminho. Ela criou uma lista de onze passos para a Eternidade. E determinada em tornar seu instante de vida eterno, Isabela fechou os olhos, quebrou o vidro ao seu redor e se jogou no mundo, inventando uma nova história para si mesma.
Com ajuda do lutador conhecido como “O Suicida”, Oliver Partezanne, um jovem que não teme a morte, Bela vai caminhar para a eternidade e vai descobrir o quanto um instante bem vivido vale mais do que 100 anos de simples existência.
Isabela e Oliver vão se aventurar no doce sabor do agora, em um romance intenso, engraçado e doloroso.Uma Não Princesa prestes a morrer e um Ogro fofo.Uma história de vida, amor e morte.
"A vida é maravilhosa se não se tem medo dela."
-Charles Chaplin

Quando a Bru me sugeriu a leitura das primeiras impressões do livro eu estava um pouco cética, porque eu nunca havia lido apenas uma parte do livro, quanto mais escrever sobre poucas páginas dele. Confesso que foi e é um desafio tentador porque fiquei com aquele gostinho de quero mais, e de que eu preciso saber sobre o desenrolar da vida de Isabela Gusmão, e o por que ela vivia em uma bolha tão protegida pelos seus pais e seu irmão, muito ciumento- o Felipe. 

De inicio nós já somos impactados com um prólogo que nos faz refletir sobre a vida e que estamos aqui apenas de passagem. Não importa os anos que tenhamos, se não vivemos de forma intensa e plena. Essa é uma das grandes questões com as quais Isabela Gusmão sofre desde cedo. Apesar da autora não explicitar, há uma explicação para que seus pais a protejam tanto e tenham o cuidado para que ela viva bem. Mas a menina sabe que ficar presa em casa, de nada adiantará.



Aos 18 anos ela toma sua difícil decisão de tentar a vida na capital, mas não vai morar sozinha. Longe disso... o passarinho não voará para tão longe, porque seu irmão estará sob o mesmo teto e não será fácil lidar com os ciúmes e a proteção dele. Nesse meio tempo, ela decide ir a faculdade, antes de enfrentar a cara com o "diabo" (seu irmão). Como o destino prega peças, ela acaba ficando presa no elevador com um cara de tirar o fôlego: o Oliver. Ele não tira os olhos dela- conhecido por ser o garanhão, ele não perde tempo e a convida para sair. O mais engraçado é que a Isa não revela o seu nome; ela revela poucas coisas e passa as coordenadas desse encontro.

"Dizem os sábios que devemos temer mais uma vida insignificante do que a morte, pois viver é completamente diferente de existir. Tem pessoas que passam a vida inteira sem conseguir vivê-la de verdade, enquanto outros, fazem de instantes eternidade."

O pior é o que vem depois disso. No primeiro momento que pisa os pés no apartamento do seu irmão ela se depara com vários desconhecidos. O carinha estava dando uma festa. Ela fica puta da vida, porque precisa descansar e não há condições de dormir naquele ninho de gente. Logo após uma breve discussão com o Felipe, ela marcha direto para o seu quarto. Perde todo o seu ar com a cena: Oliver estava despido com uma garota em cima dele. Envergonhado, ele tenta pedir desculpas de todas as formas possíveis. Mas, quem disse que Isabela é tão inocente assim?! Ela o expulsa do seu quarto e revela seu desejo de nunca mais vê-lo. Mal sabe ela que Oliver mora há 4 anos com seu irmão. O que será que vai acontecer entre esse dois? E, quanto a Isabela, o que a impede de viver sem que sua família a proteja tanto?

A caminho da eternidade me surpreendeu, mesmo com esses poucos capítulos, pela intensidade das personagens e o modo como são descritos desde as primeiras palavras da autora. Fazia um bom tempo que eu não lia um romance que envolvesse um drama, e que as personagens estivessem com o pé na fase adulta. Cito o drama, porque eu fiquei curiosa para saber o por que a menina vive em uma bolha e protegida por tantos. Ela é linda, inteligente, segura, mas, ainda sim, não foi suficiente para convencer seus familiares de que pode viver sozinha.

Acredito que tenha algo bem grave por trás e isto é um dos pontos que nos motiva a ler o livro, e querer saber um pouco mais sobre as personagens.

Tanto Isabela quanto Oliver tem personalidades fortes e decisivas. Não dá para saber se vai acontecer um romance entre eles, mas a química que há nos dois é um fato inquestionável. Resta saber se esse cara vai conseguir manter um relacionamento sério, porque nunca se prendeu a ninguém. Sem falar que ele acreditava que se relacionar era muito complicado.

O cenário descrito na obra é muito bacana. Deu para visualizar bem a cidade de São Paulo, e a GRANDE sampa, que eu sempre quis conhecer. 

Espero ler essa obra na íntegra, porque fiquei intrigada com todo o enredo construído pela Tati e com o modo que ela nos envolve as personagens, nos tornando participantes e amigos deles. Para quem gosta de romance e quem ficou curioso sobre a estória da Isa não perde tempo e corre para adquirir na Amazon.

2 comentários

  1. Olá!! Gostei de saber sua opinião e fiquei curiosa para saber na íntegra essa história.
    Beijocas.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir