RESENHA || CAFÉ COM AMOR

              Título: Café com amor | Autora:  Sinéia Rangel Editora: Independente | Ano: 2017 | Páginas: 462


                                
             Avaliação:                                                              Onde comprar: Amazon 

Maria é uma jovem bailarina que sonha com um amor arrebatador, mas é obcecada por controle, por isso prefere manter-se longe das confusões do coração. Contudo, não há como fugir do amor, assim como não se pode controlá-lo. Entre aventuras e desventuras, ela vai perceber que alguns sentimentos podem ficar adormecidos por anos, e basta um reencontro para reacendê-los, ou podem surgir em um instante e incendiar a sua alma.

“Na minha história não sou a Cinderela, afinal essa história foi escrita muitos anos antes. Sou apenas Maria, como tantas outras, e estou feliz que assim seja.”



Conhecemos Maria quando ela é uma jovem adolescente como outra qualquer, cheia de sonhos e com um amor platônico pelo carinha bonito da escola, o Gus. Mas para a sorte de Maria, o carinha bonito também gosta dela e então elas começam a sair, mas ao perceber como as coisas estão ficando sérias entre elas ao ser pedida oficialmente em namoro Maria diz não por medo de se apaixonar e ter seu coração partido.

Mais tarde, Maria está realizando seu grande sonho, quando aos 17 anos é aceita da escola de ballet com a qual sempre sonhou. Com pais músicos, ela tem em seu sangue o talento para  musica, mas é o ballet que a realmente domina seu coração.

Após se mudar para Moscou para poder realizar seu sonho, e ouvir vários conselhos de seus pais sobre como evitar o assedio masculino, Maria está contente ao realizar seu sonho, mas triste por se afastar da sua família. O amor familiar é uma das coisas mais lindas e mais importantes que a autora aborda nesse livro, e eu realmente amei a forma como ela trabalhou isso. Hannah e JP são pais presentes e conscientes, que apoiam e amam seus filhos, mas também os repreendem e os orientam, mas acima de tudo, eles lhes mostram os caminhos e lhes permite abrir as asas e voar.

Em Moscou Hannah se envolve em alguns relacionamentos,  mas é o carisma do seu vizinho Nicolai que a atrai. Apesar da tensão que há entre os dois, eles insistem em serem apenas amigos. Ele precisou crescer rápido e assumir a sua família e Maria ainda não está preparada para um relacionamento sério.

Nicolai é um personagem totalmente apaixonante, com seu jeito divertido e físico sexy, nos encantamos com ele desde o começo da historia. Ele nos arranca várias risadas e uma torcida enorme para que ele saia de dentro da história e venha para o nosso lado. Quando conhecemos mais a fundo a sua história ficamos ainda mais encantados com sua força e determinação. 


“...tenho medo de me apaixonar.- Tenho medo de não ser capaz de oferecer a ela o amor que ela espera.- Se é amor, não tem como ser menos ou mais, é o que é.”
Nesse meio tempo Gus reaparece na vida de Maria e enquanto a sua amizade com Nicolai cresce, a atração entre eles se intensifica então ela decide dar uma nova chance ao Gus. Mas Maria percebe que os seus sentimentos pelo vizinho, que insiste em faze-la gostar de café (coisa que ela odeia), são mais fortes e verdadeiros do que ela imaginava e entre sessões de filme, canecas de café e muitos amassos eles vão ter que lutar e descobrir se estão preparados para assumir um relacionamento.

Café com amor é um romance lindo. A Sinéia tem uma escrita maravilhosamente fluida e divertida. Ao mesmo tempo em que somos cativados por um enredo novo e por personagens apaixonantes, somos tão envolvidos pela história que temos a sensação de estar não apenas lendo, mas vivendo ela.

Maria é uma personagem contraditória, em alguns momentos ela se mostra uma mulher forte e decidida, com uma língua afiada de dar inveja e um gênio perturbador, porém a indecisão dela em alguns momentos chegou a dar nos nervos. O fato dela ligar para a mãe sempre que algo acontecia também me irritou um pouco, mas sabe, isso não diminui o brilho da história, ao contrário, deixou ela ainda mais real e divertida.

Como eu citei antes, o amor familiar nesse livro foi de encher os olhos. O carinho de Hannah, JP, Maria, os terríveis e Fera é de dar inveja. A autora usou de um toque quase mágico para tornar essa família tão perfeitamente real que por alguns momentos cheguei a imaginar que podia se tratar de pessoas que eu talvez encontrasse na rua.

O final do livro é outro brilho a parte. Confesso que estava esperando um “Enfim ela viu que o amor é mais forte que tudo, casou e teve uma penca de filhos”, mas poxa, a Sinéia fez um final tão incrível que confesso, terminei a leitura de queixo caído.



Mais uma obra nacional de dar orgulho, Café com amor é uma leitura indicada para os leitores de romance e para aqueles que querem conhecer o gênero. Tem uma pitada hot que só enaltece a história. Enfim, se você curte romance e uma ótima obra nacional, leia esse livro, eu super recomendo.


                                 SOBRE A AUTORA


Sinéia Rangel nasceu no interior da Bahia e encontrou nos livros refúgio e passaporta para um mundo infinitamente maior do aquele à sua volta. Psicóloga, geminiana, viciada em livros, filmes, seriados, música e chocolates, e uma eterna apaixonada por poesias, rock e histórias de amor. 


9 comentários

  1. Eu não conhecia o livro, mas a trama me parece ser muito parecida com muitas outras desse gênero. Parece ser clichê demais, mas eu até que gosto. Não sei se eu leria por agora, mas acho que eu gostaria de ler em algum momento sim. Gostei de conhecer um pouco sobre a obra e de saber a sua opinião com a leitura.

    ResponderExcluir
  2. Parece ser uma história muito legal de ler, fiquei bem curiosa por saber qual o final que será dado para a personagem principal.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu não conhecia essa história, mas o enredo ja me remete a outras leituras realizadas. Gosto desse tema e me parece bem envolvente e gostei da capa bem lindinha.
    Espero ter oportunidade de ler dia desses.
    Beijos.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  4. Ola
    Eu não conhecia a autora e a obra.
    Mas sua resenha me deixou bem interessada, parece muito bom o livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oiii.
    Achei a capa lindaa, parece ser um romance fofo. A premissa me parece simples, mas uma leitura leve e gostosa sempre é bom. fora que já compraria pela capa, pois amei. Gostei da dica, curto romances assim. Beijos e ótimas leituras.

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Adoro romances fofuras, e esse parece ser um. Começa já pela capa que é uma delicadeza e cheia de mimos. Adorei! Ai vem a resenha, também outra coisa fofa e você gama. Chega sua resenha, tu só quer comprar o livro haha Dica mais que anotada <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. A ideia é simples e a fórmula bem conhecida de romances, mas pelo visto a execução dele foi bem única. Gostei do amor familiar ser bem importante, talvez por isso a maria ligasse sempre pra mãe né.

    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro e adoro essas histórias que evidenciam o amor familiar, ou entre amigos!
    A premissa do livro é boa e espero conseguir ler futuramente.
    BJs

    ResponderExcluir
  9. Olaaa
    Não conhecia a obra ainda, gostei da premissa parece bem clichê, mas bem bonitinho e a capa é uma gracinha
    Beijos

    ResponderExcluir