RESENHA|| TALVEZ UM DIA


                                     
 Título: Talvez um dia| Autora: Colleen Hoover|  Editora: Galera Record|      Páginas: 368| Ano: 2016
Avaliação: 
Onde comprar: Amazon
Sydney acabou de completar 22 anos e já fez algo inédito em sua vida: socou a cara da ex- melhor amiga. Até hoje, ela não podia reclamar da vida. Um namorado atencioso, uma melhor amiga com quem dividia o apartamento... Tudo bem, até Sydney descobrir que as duas pessoas em quem mais confiava se pegavam quando ela não estava por perto. Até que foi um soco merecido. Sydney encontra abrigo na casa de Ridge. Um músico cujo talento ela vinha admirando há um tempo. Juntos, os dois descobrem um entrosamento fora do comum para compor e uma atração que só cresce com o tempo. O problema é que Ridge tem uma namorada, e a última coisa que Sydney precisa agora é se transformar numa traidora.

Hoje a resenha é sobre o primeiro livro da CoHo que eu não chorei lendo haha. Quando peguei este livro para ler, já imaginei que ele ia me destruir como todos os outros da autora, mas fui totalmente surpreendida, porque além de intenso e imensamente poético, o livro não me deixou em prantos e eu adorei isso! Estava precisando de um livro que não me fizesse derramar lágrimas, e embora tenha momentos bem pesados, não cheguei a chorar com ele. Foi uma leitura maravilhosa, o que não é novidade quando se trata dessa autora, né?


O livro gira em torno de Sydney e Ridge. Todas as noites às oito horas, Ridge aparece na varanda do seu apartamento e começa a tocar violão e compor as suas músicas, sabendo disso, toda noite neste mesmo horário, Sydney aparece na sua própria varanda para ouvi-lo tocar. É em uma dessas várias noites que ela começa a escrever as músicas para as canções que ele toca. Ridge nota que além de ouvir suas melodias, ela também canta, mas como isso seria possível se a música dele não tem letras? Intrigado, ele decide se comunicar com Syd para pedir que ela mande uma dessas letras que ela escreveu. No início ela fica receosa de mandar a letra pois tem o costume de escrever apenas para si, mas por insistência de Ridge, ela acaba mandando uma de suas letras.
"Nunca vi estrelas brilharem tanto
Elas cantam algo feito pra nós dois
Mas só eu posso ouvir."
É a partir daí que tudo começa, Ridge estava com um bloqueio criativo enorme e nada conseguia tirá-lo deste transe e fazê-lo voltar a escrever. Então, quando ele descobre o talento de Sydney, ele não vai deixar ela escapar, pois a menina é única pessoa capaz de ajudá-lo nesse momento. Eles combinam de se encontrar para resolver as questões de como esse acordo vai funcionar. Entretanto, na noite em que eles iam se encontrar, Ridge decide contar a ela toda a verdade, aquilo que ele vê da sua varanda. Seu namorado e sua melhor amiga estão tendo um caso, basta Syd sair de cena, que eles encontram um local para ficar juntos. Como ela já estava desconfiando, ele decide contar logo a verdade.

Bastante magoada e confusa, Sydney está sem casa, sem dinheiro e sem ter para onde ir. Até que é convidada a ficar com Ridge até arrumar um rumo para sua vida. Então eles fazem um acordo, vão compor juntos e em troca, ela ocupa um dos seus quartos vagos. Tudo começa bem inocente, os dois juntos compondo as melhores canções e se saindo bem, mas ao longo dos dias, eles vão se apaixonando um pelo outro. 

No início, acreditam ser apenas atração física, mas depois descobrem que não é bem assim... E um relacionamento agora está fora de cogitação - Syd acaba de ser traída e perdeu totalmente a sua confiança nas pessoas, e Ridge está em um relacionamento de 5 anos e ama a sua namorada mais que tudo. Então eles precisam lutar contra essa paixão a todo custo, mas quanto mais tentam, mais difícil é, como uma coisa que parece certa mas é totalmente errada.


O que mais me emocionou no livro foi o personagem Ridge, ele entrou para a minha lista de queridinhos da literatura porque ele é incrível. Um personagem muito bem construído, que não deixa sua deficiência física impedi-lo de fazer aquilo que ele ama. Aquela pessoa totalmente leal a todos a sua volta, que respeita seus amigos, sua namorada. Ele realmente é maravilhoso e eu torcia sempre por sua felicidade, já que as coisas não foram tão fáceis assim para ele, como é para o resto das pessoas. Eu realmente o amei desde o primeiro contato que tive com ele.

O livro gira em torno das duas visões, um capítulo narrado por Sydney e outro por Ridge e isso é maravilhoso porque dá pra notar os dois pontos de vista. É um livro intenso, o que mais amei nele foi a aura poética que ele emana, tudo é poesia, todas as cenas são lindamentes descritas e você se apaixona pelas palavras. Mas ainda senti falta daquele toque da CoHo, aquele choque que deixa todos os seus livros únicos e especiais, mas mesmo assim, gostei bastante da história, dá pra perceber que o amor nem sempre é fácil, que as vezes nós temos que fazer uma escolha, por mais difícil que seja. 

Recomendo a todos que amam New Adult e adoram as histórias da Colleen, pois vocês vão amar este romance, cheio de drama e poesia. Alguns pontos do livro eu não comentei, para que vocês ter a surpresa que eu tive, e se deliciarem nesta trama incrível.
"Nunca vou entender como algumas palavras juntas podem mudar alguém, mas esta música e estas palavras estão me fazendo mudar completamente."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

® Faces em Livros | Layout por A Design - Ilustração por Graciele Paiva