RESENHA|| SIMPLESMENTE O PARAÍSO

  
Título: Simplesmente o paraíso| Autora: Julia Quinn| Editora: Arqueiro
         Páginas: 272| Ano: 2017
Avaliação:  
Onde comprar: Amazon / Saraiva  

Honoria Smythe-Smith é parte do famoso quarteto musical Smythe-Smith, embora não se engane e saiba que o dito quarteto carece sequer do menor sentido musical e tem esperanças postas que esta seja a última vez que se submeta a semelhante humilhação. Esta será sua temporada e com um pouco de sorte conseguirá um marido. Durante um jantar, põe seus olhos em Gregory Bridgerton, um dos mais jovens da família Bridgerton. Sabe que não está apaixonada, mas ele parece uma opção mais que válida. Marcus Holroyd é o melhor amigo do irmão de Honoria, Daniel, que vive exilado na Italia. Ele prometeu olhar por ela e leva suas responsabilidades muito seriamente. 
Ao realizar a leitura da série "Os Bridgertons" fui apresentada ao quarteto Smythe-Smith e sempre me divertia quando os personagens iam para o concerto e se debatiam nas cadeiras ao ouvirem os ruídos que saíam dos instrumentos. E como fã desta autora incrível, não pude deixar de ficar surpresa com a notícia de que íamos ter quatro livros sobre essas garotas. Então fiquei super ansiosa para ler os livros e assim que chegaram, comecei a ler imediatamente, e tenho que dizer: Os Smythe-Smith me encantaram profundamente.


Honoria Smythe-Smith é uma pessoa doce e amante da família, embora odeie se apresentar no concerto tanto quanto se é possível odiar, ela se apresenta com um sorriso no rosto e adora ensaiar com as suas primas. O concerto é uma tradição muito especial para toda a sua família e por isso nunca deixa o mau humor das suas primas estragarem aquele dia. Honoria tem vários irmãos mas sempre foi mais apegada a seu irmão Daniel, vivia correndo atrás dele e do seu amigo Marcus que sempre vinha passar as férias com a família dela.
E por estar sempre em busca de atenção, o irmão perdia a paciência com ela. Ele e o amigo a chamavam de carrapato. Mesmo crescida e na idade de debutar, os homens continuavam a se esquivar da sua vida. E ela nunca entendia o porquê já que eles a cortejavam bastante e por um momento ela até achasse mesmo que ia ser pedida em casamento.
"O recital anual da Smythe-Smiths nunca era um bom momento para conhecer um cavalheiro, a menos que ele fosse surdo."
Por outro lado, Marcus Holroyd é um rapaz solitário, totalmente discreto e sério, não é muito famoso em puxar assunto com estranhos e isso torna difícil de fazer algum amigo. É por isso que quando Daniel, irmão de Honoria, divide um quarto com ele na escola, eles acabam se tornando grandes amigos, por causa da extravagância de Daniel. E devido a isso, quando Daniel precisou se ausentar da cidade, deixou Marcus encarregado de cuidar de Honoria, de vigiá-la afim de descobrir seus pretendentes e ver se eles eram dignos ou não. Por isso, Marcus teve que participar da alta sociedade, mesmo sem ter nenhum interesse naquilo.


Honoria é convidada para passar umas semanas na casa de campo de suas amigas, onde elas convidam alguns cavalheiros da universidade, a fim de ver se conseguem fisgar algum. E é em uma dessas tardes que Marcus flagra Honoria tramando uma armadilha para chamar atenção de um dos cavalheiros que estavam alojados na casa da amiga. Mas o que ela não imaginava era que o cavalheiro nunca apareceria, e que a vítima dessa armadilha seria o próprio Marcus.

Ao tentar descobrir o que Honoria estava fazendo, Marcus caiu no que era pra ser um buraco de topeira e teve uma fratura, a partir daí, Honoria se sente na obrigação de ajudar, afinal, ele não tem ninguém e foi por causa dela que ele se machucou, então assim que recebe um bilhete de sua criada, ela vai imediatamente com a sua mãe para a casa de Marcus a fim de ajudar na sua recuperação e o que começou apenas com um simples cuidado, foi se intensificando até se tornar uma linda paixão.

Neste livro, nós percebemos o contraste entre os dois personagens, enquanto Honoria foi criada em meio a diversos primos e tios, cheia de amor e carinho, vemos por outro lado que Marcus não tinha ninguém por ele, e que pra ele era difícil ficar em meio as pessoas. E quando ele conhece Honoria, se sente grato por ter alguém que possa cuidar dele, ele se sente feliz por alguém está se preocupando com ele. E os dois são muito bons um para o outro, por causa desse contraste entre as histórias de vida.
"Odiava ser o centro da atenções, mas, por Deus, desejava ser o centro da atenção de Honoria."
Eu adoro a escrita de Julia Quinn, porque me transporta para um universo totalmente diferente do qual estou acostumada. Ler os Bridgertons foi incrível pra mim, fez com que eu me apaixonasse por romances de época que até então eu não conhecia. Então ler essa série foi incrível porque deu pra matar a saudade de sua escrita e para me apaixonar mais uma vez por uma série de época. Confesso que esse livro foi o que menos gostei da série, e algumas coisas me deixaram incomodada com ele, porque embora os protagonistas se conhecessem desde pequenos, eu senti que o romance surgiu de uma maneira muito rápida, mas mesmo assim eu amei o livro, não achei que fosse gostar tanto pois imaginava uma coisa completamente diferente das Smythe-Smith. Mas fui surpreendida e devorei a série inteira de uma vez.


A edição está maravilhosa, nem se compara as capas da série os Bridgertons, que embora belas, não chegam nem aos pés das capas dessa série. São totalmente bem feitas, as letras em alto relevo, dá uma sensação muito boa de tocar nelas. As páginas são amareladas e não há pausa entre os capítulos. A leitura é super leve e maravilhosa. Recomendo a todos os amantes de romance de época e a todos que querem conhecer melhor sobre o quarteto que causa tanta dor de ouvido na população londrina.

13 comentários

  1. Olá
    Eu também já li esse livro (li todos os 4 já ♥) e amei, apesar de ser suspeita ao comentar porque sou fã da autora e o gênero é um dos meus favoritos. Impossível não se encantar com os personagens, te entendo bem em suas impressões. Esse box é maravilhoso né, acho que as capas ficaram melhores mesmo que a dos Bridgertons!!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Eu sou apaixonada por todos os livros desta série!Honória e marcus são encantadores.eles tem uam sutileza​ e inocência fora de série.nao da para comprar uma série com a outra a primeira será a que sempre conquistou nossos corações.
    Júlia quinn nos conquistou com o duque e eu.

    ResponderExcluir
  3. Oi Manu!

    Tudo bem? Eu adoro romances de época, este é na verdade um vício recente para mim e que já entrou de vez nos meus favoritos e a Julia Quinn é a rainha aqui né?

    Que bom que a escrita dela consegue realmente te transportar para outra época porque como consequência também experimenta novos hábitos. Pelos livros que já li o trabalho da autora é maravilhoso no sentido de nos fazer experimentar e de fato nos sentirmos em outro tempo.

    Realmente o trabalho gráfico foi feito com muito capricho pela Arqueiro, aliás no box todo pelo que já vi por aí, tenho muita vontade de ler todos os livros da coleção de Quarteto Smythe-Smith

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Eu li esse livro e simplesmente amei a história de Honoria.
    Nunca tinha lido nada da Julia e achei a escrita dela muito flúida e engraçada, e fiquei morrendo de vontade de ler os outros livros dela.
    O trabalho da arqueiro na capa é perfeito, acho que essa capa é a mais linda dos romances de época que já li por aí

    ResponderExcluir
  5. Oi, li apenas um livro da Julia Quinn e fiquei master encantada com tudo, então é claro que quero ler mais coisas e adorei saber que esta nova série foi lançada de uma só vez aqui no Brasil, nestas edições caprichadas da Arqueiro. Estou curiosa pra conferir o romance e pra poder definir qual será meu casal favorito desta nova série.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    JQ é minha diva! amei a série " Os Bridgertons" e tenho certeza que vou amar essa também! será uma das minhas próximas leituras!

    Adorei ver a sua opinião, uma coisa que eu não tinha reparado é que elas são primas , achei que eram irmãs (abafa) kkkkk

    Ótima resenha!

    Beijos
    Jess
    www.pintandoasletras.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá, Manuuh!
    Não preciso nem dizer que como amante também de romances de época, em especial Quinn, esse livro já está em minha lista a um tempão, né?! Mas sempre me perguntei como que as história iam se desenvolver, de uma forma que não perdessem o encanto, mas que fosse bem diferente de os Bridgertons para continuar a nos surpreender. E que bom que não caiu na mesmice.
    Muito curiosa para conferir sobre as Smithy-Smithes, em especial por uma delas que eram a "esperança" de Lady Danbury e Penelope (aquela que sabia que não tocava bem, e não estava muito feliz por isso).

    ResponderExcluir
  8. Eu amei esse livro. Eu estava meio receosa de ser parecido com Os Bridgertons, mas Julia conseguiu dar um tom totalmente diferente. Amei Honoria, amei Marcus, amei a história, enfim... Julia é maravilhosa. Assim que der vou comprar os três restantes!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá.
    Apesar de não curtir os livros do gênero, essa série está presente na minha estante, pois minha irmã os ama.
    Mesmo não tendo interesse em ler, gostei do fato desse livro fugir ao clichê: "Moça de família a frente do seu tempo se apaixona pro cretino libertino e o transforma".
    Gostei da premissa dessa série, mas não é um livro que eu pretenda ler.

    Uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Não sou de ler romances de época, romance não é muito o gênero que gosto de ler. Esses quatro livros vieram em um box, porque ele parece bem bonito. Gosto de livros em que os personagens são diferentes, agrega bastante a história. Adorei sua resenha.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  11. Oiee Manu ^^
    Esse livro é mesmo lindo! Ria horrores com as apresentações do quarteto em Os Bridgertons, então quando vi que a editora estava para lançar os livros ♥ aiai, como eu adorei esse primeiro volume. Tô doidíssima para ler os outros três, e espero que sejam tão apaixonantes como eu imagino que sejam...haha' expectativas no céu!
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  12. Oi
    Garanti toda essa série da Julia Quinn, porém só consegui ler esse livro.Confesso que me ganhou muito mais que a série anterior da autora, me tirou várias risadas e fiquei encantado com a história do Marcus e da Honoria.

    ResponderExcluir
  13. Esse foi o primeiro livro que li da Julia, já que eu vinha fugindo da autora e seus 9 livros...rs
    Ao ler sua resenha, fiquei com a sensação de que preciso largar tudo e correr ler os demais do quarteto. Sim, porque eu me apaixonei por ele, fiquei completamente encantada e agora você diz que embora bom ele é o que menos gostou dos 4? Se eu já amei esse, os outros irão se superar então? Oba!!!!
    E a arqueiro arrasou nas capas, né? Ficaram muito perfeitas!!!!
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir