RESENHA|| MARKETING & AMOR



Título: Marketing & Amor|| Autor: Rebecca Romero|| Editora: Independente|
Ano: 2016 | Páginas: 234
Avaliação:
Onde comprar: Amazon
Margot O’Hara é uma das empreendedoras mais bem-sucedidas do país e tem sua vida inteiramente como ela sonhou. Vendo mais uma oportunidade, ela aceita a proposta que a família Renard lhe apresenta: uma parceria para que ela ajude a salvar uma agência de relacionamentos que está propensa a falir.
Elijah Renard, por outro lado, está infeliz com seu trabalho. Mas quando passa a conhecer Margot, ele começa a sentir uma chance de reatar seu interesse nos negócios da família.
Seguindo esse caminho de marketing e empreendedorismo, Margot e Elijah iniciam um vínculo que vai além do digital.
Marketing & Amor é uma obra nacional escrito pela autora Rebecca Romero. Atualmente há versão digital da obra disponível para compra no site da Amazon. Em um domingo consegui terminar a leitura do livro através do Kindle. Se todos os escritores tivessem uma escrita contagiante e fácil de ler, seria ótimo! Eu leria tantos livros que perderia a conta.

Por ser uma obra curta, não irei me deter muito na descrição do enredo, serei breve e objetiva como a personagem principal do livro é: a Margot O' Hara. Ela é uma mulher de sucesso, e com menos de trinta anos é bilionária. Trabalha no meio publicitário e, atua como palestrante para motivar outras pessoas com seus negócios. Ficou rica e ganhou fama e tem tudo que sempre sonhou: um apartamento em NY, uma sobrinha apaixonante, um irmão que não larga do seu pé e seus maiores admiradores: os seus pais. 


Do outro lado, Elijah Renard, um homem promissor, está prestes a assumir os negócios do seu pai: levantar empresas "falidas" e dar-lhes a vida. É dessa forma que o seu pai e ele fazem fortuna. Com a visão de mercado ampliada, Renard assiste uma palestra da Margort e se sente compelido com todas aquelas palavras. Algo dentro dele reacende e ambos tem a chance de conversar sobre negócios, e o futuro da empresa comprada pela família do Elijah. Como consequência dessas idas e vindas os dois se tornam grandes amigos e algo diferente está prestes a nascer. É possível que Margot O'hara consiga se apaixonar por algum homem?

Tudo é possível, principalmente para uma mulher de negócios e bem sucedida como ela. Um livro contagiante e sedutor, que vai esquentar sua tarde de domingo, essa seria a minha descrição com a leitura da obra. Rebecca tem uma escrita fácil e objetiva. Me tornei quase uma mulher de negócios, pois pude conhecer o mundo publicitário e entender algumas estratégias do Marketing, bem como a sua importância.

Ao falar de romance conseguimos compactuar com o crescimento do casal e os devaneios que ambos sentem quando estão juntos. Mas, ainda sim, senti que a obra é muito família. Apesar dele estar caracterizado no skoob como um livro erótico diria que que não, pois as cenas quentes entre Margot e Elijah acontecem do meio para o final, talvez o próprio gênero Chick Lit impeça o leitor de sentir uma profundidade nesse quesito. Senti falta de um nivelamento maior em algumas cenas de sexo, por exemplo, e do cumprimento do gênero por sua caracterização erótica.

"Segurando seu cabelo, eu caminho beijos do seu pescoço até seus lábios,
enquanto minha outra mão acaricia seu seio.
Eu vejo que ela está relaxando, sua mão subindo pelo vidro do box"
“- Elijah. - E ela fecha os olhos."
Um ponto que me encantou na obra é que os personagens secundários na trama não são figurantes, eles tem um papel específico tanto na vida de Margot quanto na vida de Elijah. Isto corrobora para entendermos o crescimento e amadurecimento dos dois. Principalmente quando Margot ouve da boca de Elijah o que ele tem, algo considerado grave, que precisa ser revisto. Apesar dessa confissão, senti que faltou ligação com o enredo em si, pois não consegui visualizar traços e atitudes do Elijah que entregassem o seu problema. Por isso tomei um susto.

Entretanto me senti convidada a ler e estudar um pouco mais sobre esse tipo de problema (doida para revelar). E, acredito que poderia ter sido melhor trabalhado no livro, mas é compreensível que não exista tempo para explicar, já que no Chick lit as coisas acontecem de forma rápida.

Parabenizo a autora no quesito desenvolvimento do casal, porque como eu já havia dito o romance acontece de forma lenta, nos deixando curiosos sobre o que de fato pode acontecer. Mesmo não havendo certa profundidade, nos acompanhamos o modo como um se sente atraído pelo outo, ambos maduros, conseguem desenfrear um relacionamento maduro. Sem contar as boas risadas que dei, porque o livro é uma comédia muito engraçada.

Por fim, não posso deixar de citar a maravilhosa ambientação do livro: NY. Que cidade linda! A cada descrição, idas e vindas ao Central Park, me senti uma cidadã novayorkina, porque a Rebecca te faz mergulhar no mundo luxuoso dos negócios, vida social de pessoas ricas que esbanjam dinheiro em restaurantes caros. Ao mesmo tempo, as personagens descem do salto e vão até o Central Park e comem um delicioso cachorro quente. Já imaginaram que esse livro também causa boas risadas, não é?
" Conhece aquele sentimento de caminhar por ruas e sorrir só por estar fazendo isso? É o que sinto em New York, essa cidade movimentada que me traz pax, que me mostra que tudo é possível."
É por este e outro motivos que Marketing & Amor é uma leitura mais que recomendada para os leitores que desejam um romance rápido, contagiante, intercalado de cenas quentes que adentram o mundo dos negócios.


Para mais informações sobre a obra e outros livros da autora, não deixem de acompanhá-la pelas redes sociais: INSTA || FACE|| SKOOB|| TWITTER

3 comentários:

  1. Olá!
    Ótima resenha.
    Infelizmente a obra não me chamou muita atenção por não ser um gênero que eu leia, então vou deixar sua dica passar.
    Mas sua resenha está bem estruturada e explicativa, parabéns.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?
    Provavelmente esse livro não despertaria meu interesse só pelo título. Porém, depois de ler sua resenha, fiquei super curiosa.
    Apesar de ter alguns clichês, gostei de saber que o romance é construído aos poucos, sem aquele amor à primeira vista clichê que vemos em muitos livros. Além disso, uma coisa que chamou minha atenção foi que a protagonista é super independente e bem sucedida, pois, geralmente, livros deste gênero trazem homens ricos e poderosos, enquanto as mulheres ainda estão no início de carreira ou em uma situação financeira ruim. Então, gostei de ver um livro que traz uma mulher bem sucedida profissionalmente, sem depender do auxílio de um homem.
    Por fim, como não gosto de livros eróticos, adorei saber que esse livro não se aprofunda muito nesse quesito, ficando mais para o chick-lit.
    Adorei sua resenha e espero ler este livro em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Amanda ^^
    Tenho que te confessar que pensei que tal obra fosse de auto-ajuda e por isso perdi a chance de adquiri-lo gratuitamente na Amazon. Vacilo meu. sahushushs
    Amo enredos leves com construções reais e convincentes de personagens e romances. Com toda a certeza lerei essa obra num futuro próximo, principalmente por ter a ambientação em NY, a cidade da maça. <3
    Adorei a sua resenha e a sinceridade nela depositada. ^^
    Bjs

    ResponderExcluir

® Faces em Livros | Layout por A Design - Ilustração por Graciele Paiva