PARCERIA || SCORTECCI

Olá, pessoal. Tudo bem?

É com grande honra que anuncio a parceria com a Editora Scortecci! 
Agradecemos pela confiança da Editora e o apoio dos leitores, que contribuem a cada dia no crescimento do blog, assim como nos dá satisfação por ver nossa dedicação reconhecida! Dessa forma, informarei-os mais sobre a Scortecci, assim como algumas de suas obras e lançamentos que me chamaram a atenção!

SOBRE A EDITORA:


MAIS QUE LIVROS, IMPRIMIMOS EMOÇÕES!
A Scortecci é uma editora laureada, com mais de 35 anos no mercado editorial brasileiro. Edita, imprime e comercializa livros em pequenas tiragens desde 1982. Possui gráfica própria com tecnologia Digital, acabamento de qualidade, sofisticado controle de vendas e central de logística. Já recebeu os prêmios: Jabuti, APCA, FBN, ABL e PEN Clube. Em sua história conserva os mesmos objetivos e propósitos desde a sua fundação: publicar livros, organizar e apoiar concursos e prêmios literários, realizar recitais e eventos culturais, editar e coordenar antologias de novos talentos, desenvolver o mercado literário através de cursos, palestras e oficinas, trabalhar pela formação de bibliotecas e fomentar o hábito da leitura.




OBRAS:


1. Bodas de Salgueiro - Vitor Luiz Leite

A obra é uma simbiose entre os eventos históricos do século XX, que funcionam como pano de fundo ao enredo de cada conto. Os personagens; pessoas comuns, testemunhas, representações e vítimas desse século sangrento, Bem da verdade, a grande maioria com um caráter niilista e melancólico. Todavia, livre das amarras politicamente corretas e fazendo livre uso de metáforas, analogias e humor negro, a obra se divide em inúmeros pequenos experimentos surreais: a personificação da morte como um trabalhador entediado, o diário de um serial killer que detalha sua rotina num caderno rosa, um grupo de amigos que se transformam pouco a pouco durante a batalha da Inglaterra, um interrogatório na Alemanha oriental onde o suspeito é torturado ao som de Marlene Dietrich, várias famílias destruídas pelo rolo compressor da história em diferentes situações e uma entrevista em rede nacional entre um apresentador medroso e um ex-espião soviético.


2. Teias da Vida: o Regresso - Edvaldo Araújo dos Reis

Inspirado em acontecimentos que, para muitos, são ditos como acasos, este romance tenta mostrar que há uma força maior capaz de unir pessoas, principalmente através de pequenos detalhes que, às vezes, passam despercebidos. Eduardo, um estudante de Física da Universidade Federal da Bahia, rapaz humilde, cheio de sonhos e fascinado pelo espaço, não tinha ideia de que um simples esbarrão poderia mudar completamente a sua vida. Teias da vida – o regresso narra um romance repleto de ambições, intrigas e vingança, desencadeado após a morte de um ente querido de Eduardo. Aos poucos, as personagens vão percebendo a existência de um entrelaçamento entre o passado e o presente, com as revelações que, ao longo da trama, são desvendadas. Compreendem a existência do amor puro e que ele está acima de tudo. Entendem, de alguma forma, que os acasos vão tornando-se providências e tudo faz parte da grande teia da vida. Através de uma narrativa simples, o leitor é surpreendido, a cada momento, com essas revelações, sendo levado a um singular e extemporâneo final.

3. Noite em Clara: Um Romance (e uma mulher) em Fragmentos - Sidney Nicéas

Obra focada nos dilemas humanos, principalmente os que envolvem a vida social, a mente humana, um pandemônio de emoções do mundo moderno em uma história de conta sobre a dor e violência da prisão de si. Com uma narrativa em fragmentos, Sidney Nicéas explora uma técnica peculiar para espelhar em palavras os meandros da mente humana, revelando uma mulher vitimada pela violência e jogada à prisão de si, traduzindo dores e sensações que farão o leitor se identificar com o pandemônio de emoções do mundo moderno. Anoiteça em Clara.




4. 597 Cartas de Amor - Merari Tavares

Quando retornou das férias de final de julho, Kamila Bertolini não imaginava a confusão em que estava prestes a se meter. Entre convivência e namoro, ela e Leonardo Fernandes já estavam juntos havia mais de cinco anos, e até faziam planos para se casar. Porém, quando ela conhece Gustavo Mattos, um jovem um ano mais novo (17 anos de idade), durante o trajeto para o curso e se tornam grandes amigos, o seu namoro é colocado em risco. O que fazer quando seu melhor amigo parece se tornar mais interessante que seu namorado? Gustavo não medirá esforços para conquistar seu coração, mesmo sabendo que ela namora há anos e tenha levado um xeque-mate ao saber que não teria nenhuma chance com ela. Robusto, cabelos castanhos, corpo atlético e aquela barba por fazer – que fazia Mila suspirar – esse é o Gustavo. Calmo, tranquilo, alto, magro e tímido... Ah! Esse é o Léo, o garoto que conquistou o coração de Mila aos 14 anos de idade, mas que agora está prestes a perdê-la para um novo grande amigo. 597 Cartas de Amor, amar e recomeçar... Vale a pena tentar?


5. Diz (Amor) - Airen Wormhoudt e Zédú Neves


Três histórias que se cruzam. Três momentos que nascem de um primeiro texto, “A Inquisição da Alma”, que insere poeticamente o tema da dualidade feminino/masculino: uma brincadeira de amor entre Jasão e Medeia, renovados no século XXI. Será? Medeia ainda se mostra apaixonada e lamenta os desencontros do amor. Jasão cruza os séculos repetindo fórmulas, delineando o desgaste do masculino que desemboca na falência da relação a dois. Um ano depois, “Diálogo de Nós Dois” elabora concretamente o que se traduzia de forma experimental e onírica no texto anterior: Jasão e Medeia agora são Pedro e Sofia, e seus duplos – consciente e inconsciente – dialogam e se fundem em nós... Ao redor do casal gravitam personagens que resgatam o passado do relacionamento: terapeutas, amigos e amantes. Perdidos num labirinto de vaidades e quereres, eles se reduzem a um clichê de história de amor. O terceiro momento acontece com “A Bomba... E o Beijo”: o acerto de contas, o happy end de algo que não poderia acabar bem. Existe uma bomba, existe o passado e existe um cronômetro marcando 60 minutos para resolver o que não se resolveu em anos. Pedro está cansado de tudo e, ainda preso nas memórias de um amor perdido, se lança num protesto globalizado. Sofia é vítima... – será que existem vítimas? O desfecho... a bomba? Ou o beijo? Catch a fire! BUM!


6. O Casarão da Rua 62 - Caetano Cônsolo

Naquela manhã gélida, Marco leva consigo apenas uma mochila carregada de sonhos e pesadelos. Nas colinas enquanto o frio castigava os transeuntes, Marco observava as labaredas da lareira. Seu pensamento voava como o vento. Em sua mente flashes passavam como um filme em alta rotação. Os momentos felizes ao lado de Renata deixaram marcas profundas, mas a perda repentina do seu grande amor eram tão doloridas como punhaladas em seu coração. Marco não queria amar outra mulher. Em seu coração não existia mais espaço para outro amor. Em sua busca desesperada por explicações, ele acredita que a única forma de entender o que havia acontecido com ele e Renata era desvendar outros casos envolvendo amores perdidos. No decorrer de suas buscas ele se depara com o caso do misterioso CASARÃO DA RUA 62. Segundo relatos ali naquele velho casarão amores foram selados para sempre. Marco decide investigar o que realmente acontecera no casarão. O casarão da rua 62 reserva mistérios de perder o fôlego, assim como abre novas possibilidades que poderão mudar a vida de Marco para sempre. 
Teremos resenha em breve aqui no blog desse livro!

E então, o que vocês acharam? Já conheciam a editora e suas obras? Se já, quais? E o que acharam das apresentadas (?), eu pelo menos, já dei uma "curiada" e coloquei os olhos nesses seis! ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

® Faces em Livros | Layout por A Design - Ilustração por Graciele Paiva