AMIGA ÍNTIMA DAS CRÔNICAS || AS PRIMEIRAS VEZES

A primeira vez que te vi… Não, meu coração não acelerou. minha respiração não ficou difícil ou minhas pupilas dilataram. Não foi amor a primeira vista, eu nem sei se acredito que isso existe. Mas na primeira vez que eu te vi eu sabia que seriamos amigos. Sabia que faríamos parte da vida um do outro, porque quando a gente encontra alguém especial como você a gente segura e não deixa ir embora nunca mais.  

A primeira vez que nos beijamos meu coração acelerou. Foi o reconhecimento lindo de que tudo estava perfeito agora. De que estarmos juntos estava mais do que certo. De que estava em nosso destino e que juntos seriamos ainda mais felizes. Afastamos nossas bocas, sorrimos complacentes e de mãos dadas entrelaçamos nossos dedos.

Na primeira vez que brigamos doeu. Foi um motivo bobo, uma coisa sem valor. Mas fizemos uma tempestade em um copo de água e você foi embora sem sequer um beijo de despedida. 
Eu queria perdoar. Eu queria ser perdoada. Aquela altura eu nem lembrava mais o motivo da briga, eu só sabia que sentia sua falta.  Que queria ter sentido o seu beijo de despedida e que queria ouvir sua voz. Te mandei uma mensagem simples: Te amo, desculpa! E Recebi uma igualmente simples, porém mais especial: Desculpa. Te amo mais!

A primeira vez que dormimos juntos foi...
Não sei. Não dá para explicar. Só sentir.
Foi mais que uma união de corpos, foi união de almas.
Foi lindo, foi intenso, foi único.
A nossa primeira vez foi incrível, foi divina.

Ontem estávamos assistindo a um filme qualquer. Rimos, nos divertimos, nos beijamos.
Você disse que precisava tomar banho e eu fiquei na sala à sua espera.
Enquanto isso, uma música tocava através do celular. 
A letra era tão linda, tão a gente.
Ouvi e senti aquela música.

Olhei em direção ao corredor que levava ao seu quarto.
Lembrei de todas as nossas primeiras vezes e de como elas pareciam especiais porque eram nossas.
Entrei no banheiro totalmente vestida, abri o box e te vi de pé embaixo do chuveiro, cabeça abaixada, mão na parede. 
Você estava tão lindo. 
Me aproximei e te abracei por trás. 
Encostei meu rosto em suas costas. 

Você sabia que eu estava lá bem antes que eu o tocasse, porque assim como eu posso te sentir, você também me sente.
Você colocou a cabeça para trás, encostando no topo da minha. 
Com os olhos fechados. Uma mão na parede, a outra veio descansar junto a minha, bem em cima do seu coração cruzando seus dedos aos meus. 

Não lembro quanto tempo ficamos assim.
Com a água lavando nossos corpos, e acho que até mesmo, nossas almas.
Foi uma primeira vez diferente. 
Foi a primeira vez que estivemos íntimos de uma forma tão diferente e tão intensa.

Foi a primeira vez que me dei conta de que não o que há entre nós não é um sonho. Foi quando finalmente entendi que você nasceu para mim, assim como eu para você, e que eu te amo muito, muito mais que ontem e muito menos que amanhã.


19 comentários

  1. Realmente quando a gente encontra a pessoa amada temos vontade de nunca mais largar, não deixar ir embora. O amor é lindo quando duas pessoas se amam verdadeiramente, lindo o texto de duas pessoas que nasceram uma para outra. Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Achei essa texto bem bonito sobre o amor de duas pessoas que se amam de verdade.
    Bjus
    Jaque
    www.quebreiaregra.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oii Fabi!
    Que linda a crônica, o amor é uma coisa linda né? ser amada e receber amor é uma das melhores coisas, gostei do post e o que foi falado no texto!
    Amei.
    Abraços;**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Cecilia, obrigada <3
      Sim sim nada mais lindo que o amor princialmente se ele for verdadeiro e correspondido. Ressalto também o amor familiar, o amor entre amigos. Nada mas lindo que amar <3

      Excluir
  4. Oi,
    Sua crônica foi realmente muito linda.
    É muito bonito um amor que começa primeiro com uma grande amizade.
    Parabéns pelo texto.
    Abrçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcia, tudo bem?
      Obrigada flor por ter lido e comentado. Fico feliz que você gostou <3
      Beijos

      Excluir
  5. OI
    Eu adorei o texto, parabéns :D
    Realmente amar e ser amada é maravilhoso <3
    bjo

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Muito bacana o texto, me pareceu uma declaração de amor, espero que quem inspirou possa ler ou quem ler possa se sentir inspirado. Rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marcia, tudo bem?
      Nossa, sua resposta não podia ter sido mais perfeita.
      Obrigada por ter lido e comentado
      Beijos <3

      Excluir
  7. Nossa, que coisa linda e mais de se ler. Amei!
    Esse amor citado aí é muito lindo, mas hoje em dia, infelizmente, é muito de achar. As pessoas estão muito carentes desse amor.

    ResponderExcluir
  8. Olá só, uma texto com várias reflexões sobre encontrar o amor romântico, parabéns pela crônica, inspiradora, espero ler mais por aqui.

    ResponderExcluir
  9. OI Fabi,
    Amei a sua crônica! Acho que se encaixa em todo tipo de casal. Todo mundo teve suas primeiras vezes e cada uma de certa forma foi especial.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  10. Oii..quem não ama um belo romance né o amor é lindo realmente qdo duas almas se encontram assim como na história tem ficar junto até o fim no livro d na vida !!!bjokas

    ResponderExcluir
  11. Nossa! Só de ler essa postagem linda me apaixonei novamente pelo post!
    É muito bom quando amamos alguém e esse amor é totalmente retribuido!
    Como é bom dá valor a uma pessoa que valoriza a gente.

    ResponderExcluir
  12. Encontrar o amor é algo lindo, inspirador e fonte de alegrias <3 linda crônica :)

    ResponderExcluir
  13. Oie
    quantas palavras bonitas haha muito lindo a cornica cheia de declaração, espero poder um dia achar alguém e poder me identificar com essas palavras

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Lindíssimo texto, adorei as palavras a narração e descrição das situações. Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Que descrição maravilhosa do sentimento que ambos sentiam um pelo outro. Há tantas primeiras vezes, uma mais especial que a outra e ao final acabei me sentindo um pouco intrusa ao notar que me sentia ali dentro do banheiro com eles, vendo essa cena incrivelmente bem descrita e tocante.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir