SEMANA DARKLOVE FOREVER|| THRILLER PSICOLÓGICOS


Olá leitores, tudo bem? Não é segredo para ninguém que sou completamente apaixonada pela DarkSide devido à todas as questões psicológicas trazidas em suas histórias. Hoje decidi trazer para vocês uma Tag contendo os melhores Thrillers Psicológicos da editora, vamos lá?

O menino que Desenhava Monstros


Jack Peter é um garoto de 10 anos com síndrome de Asperger que quase se afogou no mar três anos antes. Desde então, ele só sai de casa para ir ao médico. Jack está convencido de que há de monstros embaixo de sua cama e à espreita em cada canto. Certo dia, acaba agredindo a mãe sem querer, ao achar que ela era um dos monstros que habitavam seus sonhos. Ela, por sua vez, sente cada vez mais medo do filho e tenta buscar ajuda, mas o marido acha que é só uma fase e que isso tudo vai passar. Não demora muito até que o pai de Jack também comece a ver coisas estranhas. Uma aparição que surge onde quer que ele olhe. Sua esposa passa a ouvir sons que vêm do oceano e parecem forçar a entrada de sua casa. Enquanto as pessoas ao redor de Jack são assombradas pelo que acham que estão vendo, os monstros que Jack desenha em seu caderno começam a se tornar reais e podem estar relacionados a grandes tragédias que ocorreram na região.
Eu realmente fiquei surpresa com o conteúdo trazido nesta obra. Aqui é narrada a história de um menino que tem síndrome de Asperger e que sempre se perde diante dos medos que moram embaixo de sua cama. Este livro me tirou da zona de conforto e me fez viajar, chorar e me amedrontar junto com Peter e seus monstros. Vocês podem conferir a resenha dele AQUI.



A menina Submersa


Obsessões e assombrações à flor da peleUma “obra-prima do terror e da fantasia dark” da nova geraçãoA Menina Submersa: Memórias é um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do “real” sobre o “verdadeiro” e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos. Considerado uma “obra-prima do terror” da nova geração, o romance é repleto de elementos de realismo mágico e foi indicado a mais de cinco prêmios de literatura fantástica, e vencedor do importante Bram Stoker Awards 2013. O trabalho cuidadoso de Caitlín R. Kiernan é nos guiar pela mente de sua personagem India Morgan Phelps, ou Imp, uma menina que tem nos livros os grandes companheiros na luta contra seu histórico genético esquizofrênico e paranoico.
O enredo me prendeu completamente em suas memórias e devaneios. A história caminha dentro da mente de uma mulher esquizofrênica. As revelações feitas durante a história impactam de uma forma inexplicável. Precisei de um certo tempo para colocar tudo no lugar. É de uma tortuosidade e sensibilidade indescritível.

Psicose


Psicose, o clássico de Robert Bloch, foi publicado originalmente em 1959, livremente inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein. O protagonista Norman Bates, assim como Gein, era um assassino solitário que vivia em uma localidade rural isolada, teve uma mãe dominadora, construiu um santuário para ela em um quarto e se vestia com roupas femininas.O livro teve dois lançamentos no Brasil, em 1959 e 1964. São, portanto, quase 50 anos sem uma edição no país, sem que a maioria das novas gerações pudesse ler a obra original que Hitchcock adaptou para o cinema em 1960.Uma história curiosa envolvendo o livro é que Alfred Hitchcock adquiriu anonimamente os direitos de Psycho e depois comprou todas as cópias do livro disponíveis no mercado para que ninguém o lesse e, consequentemente, ele conseguisse manter a surpresa do final da obra.Em Psicose, Bloch antecipou e prenunciou a explosão do fenômeno serial killer do final dos anos 1980 e começo dos 1990.
Esta obra não realizei a leitura ainda, mas que estão nos primeiros lugares da minha lista de desejos. Aqui, o próprio título já diz tudo o que vem pela frente. Psicose é um clássico do terror que foi consagrado através da adaptação de Hitchcock para os cinemas. Percebemos o quanto a mente humana é vulnerável. Tenho absoluta convicção de que quando realizar a leitura, a obra se tornara minha preferida! Vocês podem conferir resenha da obra AQUI.


O último Adeus


“Desculpa, mãe, mas eu estava muito vazio.” – Tyler
A autora de fantasia que está encantando leitores com a força de sua escrita lança seu primeiro romance contemporâneo – uma trama comovente e impactante situada nos dias de hoje. Depois de sucessos internacionais como a saga Sobrenatural, Cynthia Hand demonstra todo o seu talento numa história sobre perda, culpa e superação. O Último Adeus é narrado em primeira pessoa por Lex, uma garota de 18 anos que começa a escrever um diário a pedido do seu terapeuta, como forma de conseguir expressar seus sentimentos retraídos. Há apenas sete semanas, Tyler, seu irmão mais novo, cometeu suicídio, e ela não consegue mais se lembrar de como é se sentir feliz. O divórcio dos seus pais, as provas para entrar na universidade, os gastos com seu carro velho. Ter que lidar com a rotina mergulhada numa apatia profunda é um desafio diário que ela não tem como evitar.
Confesso que ainda não tive estômago para digerir esta história até o final e estou presa nos primeiros capítulos do livro. Ty, desde aqui já conseguiu arrancar meu coração e tirar meu fôlego. Não imagino a dimensão do vazio que uma pessoa esteja sentindo a ponto de tomar uma atitude assim. Sei que muitas coisas me aguardam até o final do livro e me arrancará muitas lágrimas. Este foi o livro que mais mexeu com meu psicológico até agora e, creio que dificilmente terá algum que chegará a este ponto. 
Vocês podem conferir a resenha do livro AQUI.


Bom dia Verônica


'Andrea Killmore faz sua estreia com um livro que está destinado a se tornar uma referência na literatura policial brasileira. Amiga íntima do perigo, ela é uma revelação que não pode ser revelada, e seu verdadeiro nome continua um mistério. Em outra vida, ela foi alguém importante dentro da polícia. Após trabalhar infiltrada em um caso e sofrer uma grande perda pessoal, viu-se obrigada a assumir uma nova identidade. E com ela, uma nova vocação. Assim nasceu Andrea Killmore. Em 'Bom dia, Verônica', acompanhamos a secretária da polícia Verônica Torres, que, na mesma semana, presencia de forma chocante o suicídio de uma jovem e recebe uma ligação anônima de uma mulher desesperada clamando por sua vida. Com sua habilidade e sua determinação, ela vê a oportunidade que sempre quis para mostrar sua competência investigativa e decide mergulhar sozinha nos dois casos. No entanto, essas investigações teoricamente simples se tornam verdadeiros redemoinhos e colocam Verônica diante do lado mais sombrio do homem, em que um mundo perverso e irreal precisa ser confrontado. Andrea Killmore compõe thrillers como os grandes mestres, e sua experiência de vida confere uma autenticidade que poucas vezes encontramos em suspenses policiais, vibrante e cruel — como a realidade.'

Pelo que li a respeito da obra, pude perceber que é um tanto quanto peculiar. É completamente envolta de terror e, o seu enredo nos traz a presença de um serial Killer.  Obviamente, deve ser uma obra completamente fascinante para os apaixonados pela mente psicopata e de serial killers (assim como eu).Aguardo ansiosamente a oportunidade para realizar a leitura! Assim que conseguir venho contar para vocês minhas impressões!

Esses são alguns de vários outros livros do catálogo da editora DARKSIDE. Ah, e não deixem de seguir a editora pelas redes sociais.

     


11 comentários

  1. Amei o seu blog, as suas resenhas, os seus posts, os livros, tudo! Kkk Continue assim que vai longe, você escreve muito bem, parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Adorei a postagem, quero ler todos os livros, pena que meu bolso ainda não suporta minha vontade :(

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    A DarkSide e o selo DarkLove estão arrasando. Ontem fiz uma compra e coloquei vários livros da caveirinha na compra inclusive o novo lançamento que estou bem ansiosa por ele. Parece ser incrível. Fora que as capas são verdadeiras preciosidades.
    Adorei o post!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto muito de thriller psicológico mas ainda não li nenhum da Darkside, adorei as dicas e esses livros estão na minha lista desde que foram lançados hahaha

    ResponderExcluir
  5. Seu blog é muito lindo! Quanto aos livros citados não consigo dizer qual quero mais! Adoro as publicações da DarkSide.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Também sou apaixonada pela DarkSide!
    Dessa lista, li apenas Psicose, que é clássico (por outra editora, há muito tempo), mas TODOS estão na minha lista de leitura!

    É muito amor para uma editora só! <3
    Adorei a tag!

    Beijos! :)

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    A Darkside tem ótimos livros e vários dos listados estão na minha wishlist!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu também sou apaixonada pela Dark e não vejo a hora de ter uma preteleira só com os livros dela! rs
    Desse nos posts li e tenho alguns e tô louca pelo Menino que desenhava Monstros! Bom dia, Verônica vai ser a minha aquisição novembro!

    ResponderExcluir
  9. Dos livros citados hoje dá Darksidelovers quero ler Bom Dia Verônica e a Menina Submersa. Este lançamento também me interessa é já me apaixonei pela capa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Olha confesso que não sou fã de thrillers psicológicos, pois é um gênero que não consigo ler. Ou são muitos sofridos, ou dão medo demais, e ai eu fujo hehehe mas sempre tive vontade de ter A Menina Submersa pois acho a versão lindíssima. E O Último Adeus também. Adorei a TAG <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Sempre achei que o último adeus fosse um drama e não um thriller, pelas resenhas que li nunca vi ninguém dizendo que era thriller '--' #boiei

    ResponderExcluir