RESENHA|| SENHORITA AURORA



O ano está começando e as surpresas aqui no blog também. 2016 foi um ano de muito aprendizado, de muita leitura e de parcerias mais que especiais. Por isso, decidimos divulgar ainda mais a literatura nacional esse ano, tanto com autores conhecidos como com os autores revelações, por isso, com alegria anunciamos a coluna #EuLeioNacional coordenada pelos resenhistas Fabiana Ferreira Wesley Italo, que trarão para vocês todos os sábados resenhas incríveis dos mais diversos livros nacionais. Se você é um autor nacional e quer ver seu livro resenhado entre em contato conosco e conheça as regras. E se você é um leitor que apoia a literatura nacional, embarque nessa aventura conosco, e não se esqueça de ler, comentar e divulgar. Vamos valorizar o autor nacional, vamos divulgar as pérolas que temos na literatura brasileira. 

Para começar com o pé direito, vamos começar com a resenha de um livro maravilhoso, que ficou em primeiro lugar no ranking de vendas da Amazon por semanas e que tocou o coração de centenas de leitores. Com vocês, a resenha dupla do e-book Senhorita Aurora, da autora parceira Babi A. Sette.







Título: Senhorita Aurora
Autora: Babi A. Sette
Editora: Amazon ( e-book)
Páginas: 454

Avaliação: 



Sinopse: Nicole é uma jovem bailarina brasileira e está prestes a realizar seu sonho: Estrear no papel principal em uma peça na Companhia de Ballet de Londres. Tudo estaria perfeito se não fosse pela presença de um dos seus diretores: o temido Sr. Daniel Hunt. Um maestro prodígio de temperamento difícil, com um humor sombrio e que desperta em Nicole sentimentos contraditórios. Porém, quando uma tempestade de neve os isolam em uma mansão centenária, eles terão que encarar de frente não apenas os segredos que atormentam Daniel, como uma paixão proibida que nasce entre os dois.Uma história sobre amor e superação. Um romance intenso, tocante e perturbador que mostra que todos merecem uma segunda chance, até mesmo alguém com fama de monstro.


Um livro sobre a sensibilidade de perceber o outro. De perceber no outro a necessidade de liberdade, de superação do passado.


Nicole é uma jovem sonhadora que encontrou no balé clássico sua vocação e a forma de ajudar a sua mãe que tanto sofreu e batalhou pelo sonho de sua filha. A Ni é uma bailarina incrível e, logo vemos o tão almejado sonho de dançar, em uma renomada companhia em Londres, se iniciar e a nossa bailarina parte para conquistar seu sonho. No avião, Nicole se depara com um homem maravilhosamente lindo e muito grosso, e logo sente repulsa por ele ser tão chato a ponto de "obriga-lá" a jogar o chiclete que ela estava mascando fora, o que a deixa muito irritada.

"Rótulos não são coisas idiotas? Eles deviam vir apenas em garrafas e potes de geleias, não em seres humanos."

Três anos se passaram desde sua ida para Londres, e há um ano pertence ao balé profissional de Londres. Nicole acaba de conquistar o papel principal de Aurora, no balé A Bela Adormecida, que será acompanhado por um dos maiores maestros da Europa, e ela tem a sensação de conhecer o senhor Hunter de algum lugar, mas ignora isso e vai comemorar com seus amigos a tão desejada conquista. Em meio a ensaios e flash's de memória, Nicole lembra de onde conhece o senhor Hunter: ele é o cara super abusado que a forçou jogar seu chiclete três anos atrás no seu vôo à Londres. Ela não pôde acreditar. o maestro do seu balé era tão rude e grosso, quando se precisa de uma clara sutileza pra a música clássica. Mesmo sem uma convivência inicial muito boa, Nicole e Daniel, começam a desenvolver um sentimento de amizade ainda, formada no olho do furacão da bipolaridade dele e da teimosia dela.

Eles começam a se aproximam, e sem querer, essa amizade começa a se transformar em amor, mas um terrível segredo guardado por Daniel pode ameaçar a relação entre os dois.

É impossível não relacionar tal história ao conto A Bela e a Fera, tão conhecido por todos nós, já que a autora se baseou nele para a formação do livro. Esse foi o primeiro livro da Babi que eu li, e devo dizer que amei cada capítulo. Um livro muito bem estruturado, com uma ótima amarração textual, em que mescla um pouco de mistério e drama, que envolve a narrativa. A autora me surpreendeu ao discutir a problemática das pessoas que são soro positivo, mostrando que as mesmas podem ter uma vida completamente normal e até mesmo ter filhos saudáveis, isso com certeza fez a autora ganhar pontos ao seu favor.


O enredo contém uma força sonhadora muito forte, trazida por uma personagem destemida, teimosa e que não para mesmo diante de dificuldades absurdas, com a capacidade de se reinventar e se levantar em meios aos fracassos e frustrações, que temos na vida. Nicole é um exemplo de que sonhar e realizar é mais do que possível, pois devemos ser persistentes naquilo que acreditamos e sonhamos, e que amizades verdadeiras existem sim, mostrando o quão preciosos são os amigos que fazemos durante a nossa vida, a amizade de Nicole e Nathália me lembrou como é importante cativar os bons amigos.

Um livro tão sutil quanto os passos de uma bailarina e ao mesmo tempo se atém aos traços rústicos e brutais, como os calos nos pés formados, pelo enorme esforço que as mesmas fazem para alcançar tamanha graciosidade em suas apresentações. Se você procura um romance sem aquele "amor enjoativo" (sei que vocês me entendem) e com um belo drama, Senhorita Aurora é o livro que você procura, pra começar 2017 com uma ótima leitura nacional.















Avaliação:



Eu criei uma grande expectativa sobre esse livro, pela grande divulgação que ele teve e pelos trechos que a autora soltava ao longo da escrita e, que me deixavam cada vez mais encantada. Já li todos os livros da Babi e todos me despertaram a mesma sensação: de uma escrita fluida, cheia de floreios e lições. Uma escrita única que só uma autora de tamanho talento poderia ter.

Li o e-book em questão de horas, porque se eu estava encantada com os quotes que li, me apaixonei perdidamente pelo livro, essa história única, escrita de forma majestosa em que a autora se apoia em um conto de fadas para abordar um tema tão intenso, quanto o segredo de Daniel.

Em Senhorita Aurora conhecemos a história de Nicole, uma jovem bailarina brasileira, que tem seu sonho realizado ao ser escolhida para estudar na estudar na escola da Companhia de Ballet de Londres. Durante o voo, Nicole acaba passando por situações inusitadas e hilárias ao lado de um homem forte, barbudo e mal humorado. 

"Você dança com o coração e com a alma, isso nenhuma escola por melhor que seja, pode ensinar... Você nasceu bailarina."

Em Londres, depois de anos de dedicação, ela é escolhida para ser a protagonista no mais novo espetáculo, A Bela adormecida, no qual ela dançará representado a Princesa Aurora. O que Nicole não imaginava é que o espetáculo seria dirigido pelo Maestro Daniel Hunter, o mesmo cara que ela sentou ao lado no avião e, que ao julgar pelo olhar lembrava exatamente quem ela era. 

Os ensaios começam, Daniel e Nicole passar a trabalhar cada vez mais juntos. Diante disso, nasce uma forte conexão entre eles. Nicole busca dar tudo de si, e Daniel cada vez mais ranzinza e mandão exige de todos nada menos que a perfeição.


"— Ele disse: Eu não quero perder a paciência, é o nosso primeiro ensaio, então, por favor, senhorita Aurora, entenda e repita o que estamos lhe pedindo. Quando o senhor Florimundo chegar às suas costas assim... Foi aí que ele segurou a minha cintura e completou: A senhorita deve virar e... e logo que finalizar o movimento, não perca o contato visual com ele, entendeu? — Encolhi o ombro. — Aí ele me soltou e acho que acertamos o que estavam pedindo, porque depois da última repetição não fomos mais interrompidos."


Daniel é mais que um maestro famoso, um homem que esconde um segredo escuro e que dedica seus dias unicamente ao seu trabalho, exigindo tanto de si mesmo como dos demais o seu melhor naquilo que fazem. Mas no fundo Daniel é um homem doce, corajoso e sensível, que ao sentir a dor da perda teme senti-la outra vez, por isso tranca-se dentro de si mesmo e de sua música. Até que uma jovem bailarina de língua afiada tirar seu mundo dos eixos. Eles mexem um com o outro de forma intensa e única.

Após ficarem presos na casa de Daniel, durante uma tempestade de neve, eles se veem obrigados a conviver ,e em meio a verdades e revelações, acabam se entregando ao sentimento que surgiu entre eles.

"— Vou tocar você como eu toco o meu piano. — Então, os dedos subiram em movimentos rítmicos e acelerados por toda a minha perna, dentro das coxas e entre as pernas. — Não, definitivamente muito melhor do que o piano — dizendo isso, ele me beijou com força e de uma maneira tão profunda que todas as palavras do mundo sumiram e renasceram nas voltas da língua dele junto à minha, nas ondas do corpo dele junto ao meu. "

Assim como nos contos de fadas, há muitas batalhas a serem vencidas antes de ser chegar ao felizes para sempre. Daniel e Nicole vão precisar superar as barreiras que ambos constroem em seus corações, os desígnios do destino e a longa distância, para enfim, darem por realizado o seu conto de fadas.

“Os seus lábios tocavam os meus gentis e suaves indo de um lado a outro reconhecendo e pedindo permissão para avançar. Abri a boca. Antes da invasão física, senti o ar do corpo dele me preencher e algo além disso, como se fosse possível duas pessoas trocarem parte dos seus corações em um beijo.’’


Com um enredo único, uma escrita poética e uma referência linda ao conto da A Bela e a Fera, a Babi nos faz mais uma vez morrer de amores por seus personagens, apoiar e torcer pela Nicole. Sofrer, se apaixonar e se alegrar pelo Daniel. Senhorita Aurora é mais que uma história de amor, entre um maestro e uma bailarina, é uma obra intensa e única: de entrega, de descoberta, de confiança não apenas no outro, mas principalmente, sem si mesmo.

Esse romance é para ser lido aos poucos, saboreado em toda a sua intensidade, pois só quem lê assim vai entender e absolver essa maravilhosa historia.

Esse livro é recomendado a todos os leitores de romance, principalmente aos que estão cansados de ler os “as mesmas histórias escritas por autores diferentes”. E para aqueles que não leem romance, mas estão interessados em expandir seus horizontes e, conhecer melhor esse gênero literário. Tenho certeza de que assim como eu, vocês vão amar essa leitura e sair correndo atrás dos demais livros da Babi, certamente, vocês não vão de se arrepender.












                                                        SOBRE A AUTORA



BABI A. SETTE nasceu em São Paulo, porém até os doze anos morou em quatro estados diferentes do Brasil. Ama viajar e conhecer novos lugares, e escreve sobre as cidades do mundo que teve a oportunidade de visitar. Acredita que todo o lugar que conhece ela deixa um pouco de si e carrega um pouco do lugar consigo, chegando a carregar pedaços do mundo todo. Formada em Comunicação Social, sente-se metade socióloga e a outra, psicóloga. Isso porque ama as pessoas, as suas emoções e histórias.




37 comentários:

  1. Oie Fabi tudo bem? Apesar de já terem me indicado a autora ainda não conhecia seu trabalho e pela sua resenha com certeza não irei me arrepender!

    Bjs

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que resenha enorme.
    Apesar de o livro não fazer meu estilo, quero muito ler e conhecer a escrita da autora, quem sabe aprecie, realmente, alguns trechos deixam o leitor com água na boca.

    ResponderExcluir
  3. Oie

    Achei super legal a iniciativa e o apoio a literatura nacional.
    Eu tinha visto esse livro na Amazon e deixei passar, agora com as resenhas, quero ler logo!!!
    Ainda mais sabendo que é inspirado no livro da Bela e a Fera que eu amo!

    bjs
    Fernanda Y.

    ResponderExcluir
  4. Babi escreve muito bem, Senhorita Aurora ainda não li, mas pelo que já li dela sei o quão sensível esse livro é, e acredita que não sabia que ela se baseou em A Bela e a Fera? Ficou bem contemporânea a obra.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  5. Eu finalmente li uma resenha falando desse famoso livro <3
    Eu amei a resenha e saber do que de fato fala a história. A Babi é uma ótima escritora e merece todo O reconhecimento do mundo!

    ResponderExcluir
  6. Que maravilha!!!!
    Em primeiro lugar, parabéns pela Divulgação de Nacionais, sou apaixonada por eles e faço o mesmo em meu blog. Agora, sobre a resenha.... ENCANTADA!!! Preciso muito ler este livro!!

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós achamos super importante abrir esse espaço para autores nacionais, que bom que você também faz isso!! Leia mesmo é um livro ótimo!

      Excluir
  7. Muito bacana essa ideia de dar espaço aos nacionais. Eu até tinha vontade de ler esse livro, pois ainda não li nada da autora e vejo as obras dela sendo sempre muito bem comentadas,mas desanimei totalmente ao saber que o protagonista masculino é super grosso com a protagonista, não tô querendo ler livros assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse foi o primeiro que li da Babi e estou encantado com a escrita dela. Pretendo ler as outras obras dela em breve.

      Excluir
  8. Oiie, tudo bem?

    Adorei que vocês estão dando mais espaço aos nacionais. Estou tentando seguir a mesma vibe , desde o ano passado. Dos 4 livros que li este ano, 3 foram nacionais. :)

    Super acho válido essa divulgação. Adorei as resenhas!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá, pessoal.
    Adorei a resenha de vocês. Fico feliz da Fabiana ter enfatizado sobre o mesmo tema com autores diferentes, isso me deixa com uma pontada a mais de curiosidade a respeito do livro.
    Quero muito lê-lo e sem dúvidas a leitura será realizada este ano! <3

    ResponderExcluir
  10. Acho super válido dar oportunidades pra leitores nacionais. Sempre que posso leio livros de contos desses autores e gosto bastante. Que seja um ano de sucesso no seu blog.

    ResponderExcluir
  11. Olá Faby, tudo bem?

    Achei a resenha incrível, ficou muito boa mesmo e essas fotos ficaram lindas. Sobre o livro, eu não lembro de ter visto antes, acho que é novidade para mim, estou meio na dúvida (kkkk). Acho super bacana abrir espaço para autores, obras nacionais em nossos blogs, parabéns!
    Bjuss

    ResponderExcluir
  12. Oie
    muito legal a sua resenha, essa capa me chama a atenção e parece ser uma história bem original, gostei do enredo e tenho visto varios elogios, entao quem sabe um dia eu assisto

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Hey, gente!

    Já li outra resenha sobre esse livro outro dia e já fiquei bem curiosa. Agora, depois das resenhas de vocês, o livro tonou-se um "must-read" pra mim.
    Preciso ler, e preciso logo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Amo ballet! Amo ballet!! Sabendo disso, já adorei esse livro, mesmo achando que as interações descritas na resenha tenham um certo mais do mesmo, só que não posso fazer nada, amo ballet e lerei esse livro, se vou gostar? Não sei, mas lerei!
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já que você gosta tanto assim de Ballet, devo dizer que a Abbi escreveu esse livro pra você! Rsrsrs

      Excluir
  15. Oi, tudo bem?
    Que legal esse incentivo à literatura nacional!
    Já li o livro mas não curti como vocês.
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Eu sou muito curiosa para conhecer a escrita da Babi. Os enredos dela são muito elogiados no mundo literário e seus gêneros se encaixam bastante no tipo de leitura que eu gosto.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Tenho uma leve impressão de que já vi ou ouvi falar desse livro em algum lugar, mas não tenho certeza. Sou completamente apaixonada por literatura brasileira e apoio totalmente os escritores. É muito legal que você tenha criado um novo "quadro" para o blog voltado para isso.
    O livro parece ser muito cativante do jeito que você contou. E os quotes são maravilhosos!!!

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem? A escrita da Babi é única né? Adoro os livros delas, mas ainda não li esse. Espero mudar em breve porque sua resenha me incitou a lê-lo mais ainda. Adorei!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Nossa!! Que história mais emocionante... eu me identifiquei muito, sou apaixonada em dança, de todos os ritmos...
    O projeto com autores nacionais tb me deixou muito orgulhosa, temos escritores incríveis e acho que o minimo que podemos fazer é divulgá-los! bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente temos autores nacionais incríveis!! Temos que dar mais espaço pra eles . Xoxo
      Obrigado pelo comentário!

      Excluir
  20. Duas resenhas? Uhhuuuullll!!!
    Deu para sentir que o livro é daqueles que precisam ser lidos...
    Isso me deixa bem contente em saber que as divulgações deram resultados e que ele irá sair pela Verus - o que acaba me deixando bem chateada já que a editora só vai lançar ele em 2018... e eu vou ter que esperar até lá para ler.... Saco!!!
    Fiquei morrendo de vontade de conhecer todo o trabalho da Babi :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A demora pelo livro físico é horrível!! Seria muito bom que a Verus laçasse algo dela esse ano!! Beijos!!

      Excluir
  21. Oi, Wesley e Fabiana ^^
    Desconhecia esse lançamento da Babi então vocês podem imaginar a minha tremenda surpresa ao deparar com a resenha dessa obra!
    A capa da obra é linda e a sinopse não tanto instigante, confesso. Mas lendo a resenha dupla feita por vocês percebo que Daniel é misterioso demais!!! E eu gosto de personagens assim. Mas fico receoso de que ao ler essa obra eu me decepcione com ele e descubra que todo o seu mistério foi ilusório, sabe.
    Ter bailarinas como pano de fundo de um enredo é bem incomum visto a gama de abordagens dos romances, gostei desse ponto levantado pela autora.
    Isso de ficar preso em um lugar isolado com outra pessoa por causa da neve é bem clichê em filmes, mas nunca o li em livros então fico novamente receoso nesse ponto.
    Fiquei feliz em saber que a autora aborda a questão das pessoas soropositivas mas espero não ter recebido um tremendo spoiler por conta desse detalhe.
    Enfim, fiquei curioso com essa leitura, mas mantenho várias passadas atrás com medo de me decepcionar.
    Parabéns pela resenha de vocês e pelos pontos de vista. :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Adorei a capa,é de uma leveza extrema e dá uma sensação de mistério,um obra de arte e a resenha de vocês é ótima com certeza irei apostar nessa leitura que me cativou :)

    ResponderExcluir
  23. O livro é um romance de tirar o fôlego e envolve o leitor até o fim, é uma leitura muito envolvente,gostosa de ler, muito bom começar com pé direito e com livro nacional parabéns pela resenha, Senhorita Aurora é um livro pra colocar na estante, bjs.

    ResponderExcluir
  24. oi
    já estou curiosa! quero muito ler a história :D de alguma forma ja me sinto apaixonada por ela ;)
    bjo

    ResponderExcluir
  25. Olá,

    Tenho muita curiosidade em ler algo da Babi, pois só ouço comentários positivos em relação aos livros dela. Fiquei encantada por essa história, pois amo livros que retratam bailarinas, são sempre encantadores. Já anotei a dica e irei ler o quanto antes!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  26. Eu acho que nunca li nada com personagem bailarina, mas eu tenho tanta vontade pois parece ser tão incrível! E aliás eu amei esse projeto, valorizar autores nacionais ♥ afinal eles são maravilhosos! ☺ Flores no Outono 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando estava lendo a resenha de vocês, não pude deixar de vê dois pontos de vista sobre o mesmo livro. Sou apaixonada pelos livros da Babi pelo passado que cada personagens carregam. E, também pela escrita Viciante.
      A coluna coluna é um charme a parte, fiquei mt orgulhosa dos dois.

      Excluir
  27. Oie
    o pessoal tem lido a obra e gostado bastante e eu estou cada vez mais curiosa, muito legal sua resenha e sua dica, adorei o enredo

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Olá,
    Adorei a resenha dupla e me animou muito que ambos os colunistas deram nota alta para a obra!
    Ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura de Senhorita Aurora, mas vi o alvoroço que ela causou e ainda tem causado nos leitores.
    Saber que é uma obra sensível sem aquele romance enjoativo e de superação me deixa bem intrigada.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Oi Wesley e Faby,
    Tenho Senhorita Aurora em e-book, mas ainda não consegui ler. Outro dia comentei isso com uma amiga e ela quase me bateu... rsrsr.
    Pretendo ler em breve. As resenhas de vocês me animaram mais ainda a ler.
    Beijos,
    André, do Garotos Perdidos
    Tem sorteio de 2 livros rolando lá no blog. Não deixe de participar :}

    ResponderExcluir
  30. Olá!
    Esse livro foi uma das minhas melhores leituras de 2016. Amei o Daniel apesar de seu jeito arrogante e grosseiro, acho que esse foi o seu charme que conquistou as leitoras, mas seu lado romântico também é tudo de bom. Nicole é uma personagem forte e ver ela correr atrás dos seus objetivos é lindo. No final da história ela ficou meio chatinha, mas entendo o que ela sentiu e por isso a perdoei. kkkkkk
    Estou ansiosa para que esse livro seja lançando físico.
    Amei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

® Faces em Livros | Layout por A Design - Ilustração por Graciele Paiva