TOP 10 || LIVROS ESCOLHIDOS PELA CAPA




Olá. Hoje resolvemos fazer um top 10 com a mania mais comum dos loucos por livros: comprar um livro pela capa!
Não é muito difícil encontrar alguns quando olhamos para estante e acredito que são raros que escolhemos pela capa e nos decepcionamos com a história (claro, há exceções).
Bom, Amanda Melo e eu, contaremos um pouquinho de nossas experiencias para vocês. Espero que gostem!





AMANDA MELO

                                                 
                                                     10. O Reino das Vozes que não se calam






O coração começava a parar e ela perdia a consciência. Conforme afundava de olhos abertos, via as criaturas daquele santuário. Ninguém entenderia sua decisão. Os pais e amigos ignoraram seus diversos apelos. Os seres mágicos também fecharam os olhos e ouvidos para as vontades dela.
Queria viver no Reino. Estar em um lugar onde seria sempre querida. Por isso tomara a decisão drástica. Precisava dormir eternamente. Ansiava por sorrir para os sereianos e dizer que estava tudo bem, que tudo daria certo.
Nos contos de fadas era assim...




Comprei o livro da Carol e da Sophia pela capa, mas acabei me apaixonando pelo enredo. A personagem principal me encantou, principalmente por ser ruiva e amar a música. Acabei me identificando com sua personalidade e modo de levar a vida. Foi um livro que não me decepcionou, apesar de ter sido escolhido pela capa.



9. Em algum lugar nas estrelas

EM ALGUM LUGAR NAS ESTRELAS é um romance intenso sobre a difícil arte de crescer em um mundo que nem sempre parece satisfeito com a nossa presença. Pelo menos é desse jeito que as coisas têm acontecido para Jack Baker. A Segunda Guerra Mundial estava no fim, mas ele não tinha motivos para comemorar. Sua mãe morreu e seu pai... bem, seu pai nunca demonstrou se preocupar muito com o filho. Jack é então levado para um internato no Maine (o mesmo estado onde vivem Stephen King e boa parte de seus personagens). O colégio militar, o oceano que ele nunca tinha visto, a indiferença dos outros alunos: tudo aquilo faz Jack se sentir pequeno. Até ele conhecer o enigmático Early Auden...



Os livros da Darkside possuem capas maravilhosas e seria irônico não citar a capa e diagramação dessa obra. Além do conteúdo reflexivo, a história retrata na segunda guerra mundial nos motiva a conhecer tudo o que aconteceu naquela época. Além disso, a personagem, apesar de jovem consegue amadurecer ainda mais com os obstáculos vencidos. Foi escolhido pela capa, mas o conteúdo supera!


                                                        8. Corte de rosas e espinhos



Em Corte de Espinhos e Rosas, um misto de A Bela e A Fera e Game of Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance.
Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação.




  Sabe aquele livro que te chama pela capa? Pois é. Foi um dos livros mais caros que já comprei, mas valeu cada centavo. Toda a diagramação é mesclada com rosas que figurativizam a caminhada da personagem Feyre, que apesar de ingênua, faz de tudo para sair de sua prisão. O livro tem um conteúdo dinâmico e pontos inovadores quando o assuntos é criaturas mágicas. Posso dizer que é uma leitura que vale à pena, mas estou me encontrando ainda mais no segundo livro!


7. Qualquer outro lugar



Alyssa está tentando entrar novamente no País das Maravilhas. Os portais para o reino se fecharam, não sem antes levarem sua mãe. Jeb e Morfeu estão presos em Qualquer Outro Lugar, reino em que intraterrenos expulsos do País das Maravilhas estão vivendo.
Para resgatá-los, ela precisa recorrer à ajuda de seu pai. Juntos, eles iniciam uma missão quase impossível para tentar resgatar entes queridos, restaurar o equilíbrio dos reinos e o lugar dela como Rainha.
Alyssa precisa lutar não só com a Rainha Vermelha, um espírito malicioso que tem a intenção de refazer o País das Maravilhas à própria imagem, mas também reconstruir seu relacionamento com Jeb, o mortal que ela ama, e Morfeu, o ser fantástico que também reivindica seu coração.
E, se todos tiverem sucesso e saírem vivos, eles poderão finalmente ter o felizes para sempre .



Desde que a novo conceito lançou o primeiro livro não consegui me conter e o comprei. Sim, mil vezes sim pelas capas maravilhosas. Dentre toda a trilogia essa capa é perfeita, nunca vi tanto capricho e empenho para um só livro. Comecei a ler, mas tive que parar... Em breve pretendo retornar a leitura dessa obra maravilhosa, que por sinal é de arrancar suspiros. O que me deixa curiosa é querer saber qual final escolhido para Morfeu e Alyssa.


6. A biblioteca invisível 


O primeiro livro de uma fantástica série sobre livros roubados, realidades alternativas, agentes secretos e sociedades proibidas - pense em Doctor Who com espiões bibliotecários!
Irene é uma espiã profissional da misteriosa Biblioteca, uma organização que existe fora do tempo e espaço e que coleciona livros e manuscritos de diferentes realidades. Junto com seu enigmático assistente Kai, ela é enviada para uma Londres alternativa com a missão de recuperar um perigoso livro. Mas quando chegam, ele já foi roubado...







Ganhei este livro em um amigo secreto do blog, e o mais incrivel foi que a minha querida Amanda Marques me tirou, soube exatamente me presentear com uma obra maravilhosa. Ainda não o li, mas em breve trarei minhas primeiras impressões de leitura. Confesso que a editora morro branco acertou em cheio ao criar uma diagramação e capa com total atenção para os detalhes.



AMANDA MARQUES

 5. Loney

"Quando os restos mortais de uma criança são descobertos durante uma tempestade de inverno numa extensão da sombria costa da Inglaterra conhecida como Loney, Smith é obrigado a confrontar acontecimentos terríveis e misteriosos ocorridos quarenta anos antes, quando ainda era criança e visitou o lugar. À época, a mãe de Smith arrastou a família para aquela região numa peregrinação de Páscoa com o padre Bernard, cujo antecessor, Wilfred, morrera pouco tempo antes. Cabia ao jovem sacerdote liderar a comunidade até um antigo santuário, onde a obstinada Sra. Smith crê que irá encontrar a cura para o filho mais velho, um garoto mudo e com problemas de aprendizagem. O grupo se instala na Moorings, uma casa fria e antiga, repleta de segredos. O clima é hostil, os moradores do lugar, ameaçadores, e uma aura de mistério cerca os desconhecidos ocupantes de Coldbarrow, uma faixa de terra pouco acessível, diariamente alagada na alta da maré.”



"Loney" foi uma experiência única. O recebi em formato de e-book para resenha e a capa me instigou bastante, mas nada fora do comum. Então resolvi ir em uma livraria para vê-lo pessoalmente.

Quando o peguei nas mãos, os detalhes minuciosos do título em relevo, capa dura com sobreposição e uma capa negra por baixo da sobreposição me encantou de uma forma indescritível, o que me fez tomar ainda mais gosto pelo estranho vilarejo de Loney!



4. O Menino que Desenhava Monstros

"Um livro para fazer você fechar as cortinas e conferir se não há nada embaixo da cama antes de dormir. O Menino que Desenhava Monstros ganhará uma adaptação para os cinemas, dirigida por ninguém menos que James Wan, o diretor de Jogos Mortais e Invocação do Mal. Jack Peter é um garoto de 10 anos com síndrome de Asperger que quase se afogou no mar três anos antes. Desde então, ele só sai de casa para ir ao médico. Jack está convencido de que há de monstros embaixo de sua cama e à espreita em cada canto. Certo dia, acaba agredindo a mãe sem querer, ao achar que ela era um dos monstros que habitavam seus sonhos. Ela, por sua vez, sente cada vez mais medo do filho e tenta buscar ajuda, mas o marido acha que é só uma fase e que isso tudo vai passar. Não demora muito até que o pai de Jack também comece a ver coisas estranhas. Uma aparição que surge onde quer que ele olhe. Sua esposa passa a ouvir sons que vêm do oceano e parecem forçar a entrada de sua casa. Enquanto as pessoas ao redor de Jack são assombradas pelo que acham que estão vendo, os monstros que Jack desenha em seu caderno começam a se tornar reais e podem estar relacionados a grandes tragédias que ocorreram na região. Padres são chamados, histórias são contadas, janelas batem. E os monstros parecem se aproximar cada vez mais. Na superfície, O Menino que Desenhava Monstros é uma história sobre pais fazendo o melhor para criar um filho com certo grau de autismo, mas é também uma história sobre fantasmas, monstros, mistérios e um passado ainda mais assustador. ”



"O Menino que Desenhava Monstros" também foi um tiro no escuro. Comprei pela internet e não tinha noção que a capa me encantaria muito mais do que imaginava. 
Além de conter a boca de um mostro e passar uma certa agonia, a capa também possui capa em alto relevo, o que traz a realidade da história para mais perto da realidade do leitor.
Jack Peter foi um garotinho muito especial na minha jornada de leitora assídua e um dos poucos que conseguiu me emocionar totalmente, pela inocência e fragilidade de uma criança portadora de Autismo. É uma obra perfeita, não só pelo capricho da capa, mas pela pertubação infantil que a história carrega!


3. A Menina Submersa

"A Menina Submersa - Memórias' é um verdadeiro conto de fadas, uma história de fantasmas habitada por sereias e licantropos. Mas antes de tudo uma grande história de amor construída como um quebra-cabeça pós-moderno, uma viagem através do labirinto de uma crescente doença mental. Um romance repleto de camadas, mitos e mistério, beleza e horror, em um fluxo de arquétipos que desafiam a primazia do 'real' sobre o 'verdadeiro' e resultam em uma das mais poderosas fantasias dark dos últimos anos. Considerado uma 'obra-prima do terror' da nova geração, o romance é repleto de elementos de realismo mágico e foi indicado a mais de cinco prêmios de literatura fantástica, e vencedor do importante Bram Stoker Awards 2013. "

"A Menina Submersa" foi mais uma surpresa do que uma escolha. Quando comprei, pedi pelo site da Submarino e não fazia a menor ideia do que se tratava e muito menos que era um livro da DarkSide. Não "me dei ao trabalho de ler a sinopse" nem de procurar sabre sobre história/gênero que continha.

Por ter uma libélula na capa e detalhes em cor de rosa, preferi ao mistério de ler sem pretensão do que esperar. Aos poucos, Imp e sua esquizofrenia foram ganhando mais minha atenção e hoje "A menina submersa" além de estar entre os melhores que escolhi pela capa, conseguiu um lugar especial entre meus livros preferidos.

2. Menina Má


"Quando nasce a maldade? Nascemos todos inocentes e somos corrompidos pelo mundo à nossa volta? Ou será a maldade uma espécie de semente que carregamos dentro de nós, capaz de brotar mesmo na mais adorável das crianças? Há 62 anos, um livro de suspense psicológico faria com que milhões de leitores discutissem apaixonadamente essa questão. Que livro era esse? Menina Má, mais um clássico que a DarkSide Books desenterra para os fãs do que há de melhor e mais sombrio na literatura mundial. Publicado originalmente em 1954, Menina Má se transformou quase imediatamente em um estrondoso sucesso. Polêmico, violento, assustador eram alguns adjetivos comuns para descrever o último e mais conhecido romance de William March. Os críticos britânicos consideraram o livro “apavorantemente bom”. Ernest Hemingway se declarou um fã. Em menos de um ano, Menina Má ganharia uma montagem nos palcos da Broadway e, em 1956, uma adaptação ao cinema indicada a quatro prêmios Oscar, incluindo o de melhor atriz para a menina Patty McComarck, que interpretou Rhoda Penmark. Rhoda, a pequena malvada do título, é uma linda garotinha de 8 anos de idade. Mas quem vê a carinha de anjo, não suspeita do que ela é capaz. Seria ela a responsável pela morte de um coleguinha da escola? A indiferença da menina faz com que sua mãe, Christine, comece a investigar sobre crimes e psicopatas."

Além de ser uma amante do terror/ suspense (acho que já deu para perceber), tenho uma paixão particular por personagens psicopatas. Mas não foi esta paixão que me levou a comprar "Menina Má". 
Por mais que já soubesse de parte do que ia encontrar nesta obra, o horror sóbrio contido na capa foi o que me proporcionou mais curiosidade. 
Menina Má é um livro que carrego no coração pelo seu conteúdo maravilhoso e detalhes que dão um toque especial à obra.  


1. O Orfanato da Srta Peregrine para Crianças Peculiares


"O livro que deu origem ao filme de Tim Burton! Com estreia marcada para setembro deste ano, o trailer começou a circular nas redes sociais em 15 de março e, até agora, já teve mais de 2,5 milhões de visualizações. Eleito uma das 100 obras mais importantes da literatura jovem de todos os tempos, O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares é um romance que mistura ficção e fotografia. A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo - por mais impossível que possa parecer - ainda podem estar vivas. Milhões de cópias vendidas em todo o mundo.Traduzido para mais de 40 idiomas.“Mesmo sem as fotos, esta seria uma história emocionante, mas as imagens dão um irresistível toque de mistério. A narração em primeira pessoa é autêntica, engraçada e comovente."

 Não podia deixar de dedicar o primeiro lugar deste top 10 sem prestigiar a minha obra/série favorita. 

Antes do auge deste livro, me interessei bastante quando procurei por "livros de terror" no site da Saraiva e o encontrei como um dos resultados da busca. Até então nunca tinha ouvido falar ou lido algo a respeito dele. O ponto mais importante que me fez decidir levá-lo, adivinhem, foi a capa. 

A pegada sombria da capa e minha paixão por terror/ suspense deram muito certo e, apesar de ter descoberto que a leitura não se tratava de um terror em si, não foi um ponto que atrapalhou minha escolha e sem dúvidas foi o melhor livro escolhido pela capa em toda a minha vida, ainda mais agora, lançado há pouco tempo pela Editora Intrínseca, com o título "O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares" capa dura em um tom de vermelho e sobreposição. Não tem como não escolhê-lo pela capa!

~

Então, este foi nosso TOP 10 desenvolvido especialmente para vocês que, assim como nós, amam comprar livros pela doçura ou perfeição da capa.



"Nunca julgue um livro pela capa, pois um dia você pode encontrá-lo sem capa, e amar toda a história."
(Prefira Borboletas - Mariana Lobo)

7 comentários:

  1. Essas capas são lindas mesmo! O único que eu não conhecia era "a biblioteca invisível" e confesso que a sinopse me chamou bastante atenção. Já vou colocar na minha listinha rs.

    Beijos. | * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderExcluir
  2. Outro dia consegui solicitar A Menina Submersa no Skoob pensa minha alegria ♥
    O Orfanato da Srta Peregrine é maravilhoso. li o primeiro livro da série quando foi lançado pela Leya ainda. É uma das minhas melhores leituras

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    São capas bem bonitas mesmo, o único que me lembro de ter escolhido pela capa foi A Maldição do Tigre!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Capas são fundamentais na escolha de um livro mas eu ainda prefiro ler a sinopse e procurar resenhas sobre ele, já me decepcionei bastante por escolher só pela capa.

    ResponderExcluir
  5. Jogue sua pedra quem nunca escolheu um livro pela capa... O seu Top 10 são bons exemplos de livros que eu poderia fazer isso
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá, são realmente capas muitos bonitas! Eu estava em dúvida entre Em algum lugar nas estrelas e um outro livro, mas confesso que a capa acabou me motivando a comprá-lo ao invés do outro livro, espero gostar da história.

    ResponderExcluir
  7. Oieee
    Tudo bom?
    Você só escolheu capas lindas, toda essa que vejo esses livros fico babando!
    Fico em dúvida de qual escolher.
    Beijos

    ResponderExcluir

® Faces em Livros | Layout por A Design - Ilustração por Graciele Paiva