RESENHA|| A LENDA DE MATERYALIS



Título: A Lenda De Materyalis: As Crônicas De Aliank 1
Autor: Saymon César
Ano:2016
Páginas: 239
Editora: Novo Século

Avaliação: 



Sinopse: No princípio dos tempos, as sociedades de Hedoron acreditavam nos mandamentos dos servos de Materyalis , suposto deus criador do Universo e da vida. A lenda diz que a divindade se angustiou ao observar os atos corruptíveis das suas criaturas e atribuiu a si toda a culpa da imperfeição dos povos. Sua consciência atordoada separou sua essência em duas entidades, criadoras de ideologias extremistas que dividiram a crença das sociedades. Assim nasceu a materja, a guerra que visa a consolidação de uma verdade entre todas as raças. Avessa ao propósito da contenda milenar, surge uma sociedade secreta, que busca o único artefato capaz de desvendar o que realmente foi Materyalis e, assim, livrar os povos da dúvida que os condenou aos intermináveis confrontos. Mas, para chegar ao objetivo, é necessário usar a misteriosa aptidão de cinco indivíduos habitantes de Aliank, um reino dominado por contradições que podem apressar a ruína do mundo antes que a verdade sobre Materyalis seja revelada.




Uma carta. Tudo se inicia com uma carta. Müdrik, antes de sumir, deixou uma carta para os seguidores veniristas com algumas informações muito importantes para alcançar a maior conquista de Hedoron: a verdade sobre a lenda de Materyalis e acabar com os terríveis conflitos que há milênios assolam suas sociedades.

"Só me restava esperar os próximos eventos que o sinkrorbe tinha a me mostrar, e percebi como a noite seria longa." p. 61

Antes de desaparecer, Müdrik deixou alguns artefatos que são cruciais para encontrar o Sinkra, objeto que muitos acreditam ter sido usado por Materyalis na criação, e revelar a grande verdade sobre Hedoron. Entre papiros com escritos valiosos, Müdrik também deixou o sinkrorbe (um cristal que mostra visões proféticas) para ajudar na busca pelo artefato sagrado, que mudará não só a mente do povo de Aliank, mas de todo Herodon. 

Harcos foi o "escolhido" (digamos que ele estava disponível no momento) para encontrar o Sinkra, porém ele vai precisar da ajuda de dez denins (aqueles que possuem dens, um tipo de poder) que o sinkrorbe mostra a cada visão. Encontrar e recrutar os denins certos é de extrema importância, pois, se a causa vinirista for descoberta pelas pessoas erradas (tem sempre aqueles que são do contra), poderá ser o fim da busca pelo Sinkra e todos permanecerão na escuridão ideológica para sempre.

"A busca pela verdade da lenda de Materyalis será longa e certamente nos trará muitas visões dolorosas." p. 230

Um livro bastante peculiar e interessante. Os capítulos da obra são baseados nas visões que o personagem principal tem durante a história, o que é bem curioso e deixa o clima mais interessante, já que podemos ter acesso ao que está acontecendo em todo o reino. Porém, o destaque nesse livro é a falta de aceitação que as pessoas têm em relação ao que os outros acreditam; não se pode ter um pensamento diferente daquele que se é imposto e aquele que se atreve a pensar diferente é morto, sem hesitação. O que me fez refletir muito sobre o quanto nossa sociedade é intolerante com aqueles que fogem dos padrões. 

Aventura, criaturas mágicas e um toque medieval serão encontradas no livro A Lenda de Materyalis é uma história fantástica em que os fãs de Senhor dos Anéis irão amar.

13 comentários

  1. Oi Wesley, adorei sua resenha!
    Gosto muito de fantasia e quero com certeza conhecer o livro e o autor! Livros com mapa me atraem muito. rsrs
    Realmente vivemos em uma sociedade intolerante e a forma como o autor aborda isso no meio de uma ficção é muito bacana!
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Nossa esse livro se encaixa perfeitamente no que gosto de ler, junto com a sua resenha me despertou e muito a vontade de lê-lo. Adoro histórias medievais e por isso adicionada na minha wishlist. Aliás, que diagramação SHOW é essa? Gostei muito!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Não sou fã de senhor dos anéis, mas, ainda assim, achei que a história parece ser bem legal. E essa reflexão sobre aceitação das diferenças também é outro ponto que me convida a ler. Dica anotada! :)
    Beijoos!
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Wesley. Tenho esse livro para realizar a leitura aqui em casa e estou bem empolgada, será uma de minhas próximas leituras.
    Fico feliz que a leitura tenha lhe agradado, estou com boas expectativas a respeito do livro.
    Acho essa capa lindaaa!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Wesley (nome do meu irmão hahah), eu ainda não conhecia o livro, mas gostei de conhecer. Ele tem uma capa super legal e fala sobre um tema importante. Realmente quando pensamos diferente da maioria, tendemos a ser rejeitados :(
    Mas esse não é um livro que eu leria no momento. Ele faz parte de uma série, estou correta? E eu realmente prefiro ler séries que já estejam concluídas. Sou muito ansiosa para aguardar a continuação de uma história hahahah
    beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz parte de uma série sim. Também sou super ansioso , mas nunca resisto!! Kkkkkk Beijos! Obrigado pelo comentário!!

      Excluir
  6. Olá!
    Eu gosto muito de livros surreais assim, costumam me prender bastante. A capa é linda, e embora eu ainda não tenha visto sobre o livro, achei interessante história, não sei se pegaria pra ler, não consegui pegar a essência dela...
    bjs
    :)
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiii, tudo bem?
    Não conhecia esse livro, mas gostei bastante da capa e da sinopse, fiquei curiosa para fazer a leitura pois voc~e avaliou muito bem essa obra.
    Adorei seu post, muito bem escrito, parabéns.
    Bjs Mary

    ResponderExcluir
  8. Olá, me parece o tipo de fantasi realmente bem na vibe do senhor dos aneis que é um série que eu não gosto nadinha, não me bate porfavor KKK, acho esse tipo de fantasia meio entediante mas você parece realmente ter gostado do livro, fico extremamente feliz

    ResponderExcluir
  9. Como é maravilhosos ler resenhas cada vez mais livros de autores nacionais. Não conhecia ainda a obra do autor Saymon, mas pela sua resenha Wesley a história parece ter tudo que um fã de fantasia necessita em um livro! <3 Dica mais que anotada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho lido bastante livros nacionais ultimamente, e estou me deparando com escritas fantásticas e histórias fabulosas!!!! Abraços!!!

      Excluir
  10. Primeiro eu adorei essa capa e o detalhe de colocarem o mapa, isso ajuda demais na leitura, adoro quando o autor tem esse cuidado. A história medeixou bem curiosa.

    ResponderExcluir