ENTRE LIVROS E FILMES|| CONTOS MAIS CÉLEBRES






Para quem curte o gênero do horror, suspense e policial, venho aqui lhes apresentar Edgar Allan Poe:

"Contista, poeta, editor e crítico literário, Poe é considerado pela crítica como o pai da narrativa policial e um dos escritores mais significativos do século XIX, tendo sido publicamente aclamado por grandes nomes como Charles Baudelaire e Arthur Conan Doyle."

Além de literatura, a influência de seu trabalho é sentida em diversos campos, principalmente: cinema, música, televisão, criptografia e cosmologia.


Nessa edição totalmente caprichada da Tordesilhas, você não encontrará apenas contos de terror. No“Contos de Imaginação e Mistério” são diferentes estórias que falam sobre solucionar casos mal resolvidos, terror psicológico, obsessão por algo, culpa, vingança e uma estória de amor ( só que bem tenebrosa!).

O mais importante é saber que os contos do Poe vão muito além do entretenimento, é muito mais do que uma diversão macabra ou simples estorinhas de terror. Esses contos são estudados em diversas universidades espalhadas pelo mundo, pois eles têm significados muitas vezes filosóficos, complexos, simbólicos e bastante sofisticados.




Segue a baixo um dos contos mais célebres e incríveis do autor e mestre do suspense!



01 The Black Cat “ O Gato Preto” (1843)




“Meu propósito imediato é apresentar ao mundo, clara e sucintamente, mas sem comentários, uma série de simples acontecimentos domésticos. Devido a suas conseqüências, tais acontecimentos me aterrorizaram, torturaram e destruíram.” ( p.1 , primeiro parágrafo)





O conto fala sobre um homem, cuja vida está no leito da morte, então ele resolve relatar os atos mais terríveis que foram cometidos em momentos de pura insanidade e, que devido ao seu vício em álcool, o mesmo causou consequências fatais e aterrorizante para ele. O personagem, cujo nome não é revelado, relata que casou-se com uma mulher e que ambos eram apaixonados por animais. Eles levavam uma vida normal até que resolveram adotar um gato preto no qual chamaram de “Plutão”. O narrador e personagem principal da história comenta que tinha uma adoração pelo gato e, o animal adorava segui-lo para onde quer que ele fosse. Com o passar do tempo, o narrador torna-se uma viciado em álcool e começa a demonstrar sinais de impaciência com os animais de estimação e passa a destratar o plutão, chegando a lhe arrancar um olho.


Mesmo depois dessa atrocidade, o animal continua a segui-lo e, enfurecido, o dono resolve cometer uma atrocidade maior ainda: ele enforca o pobre animal, porém para sua surpresa e horror, pouco depois do ato, sua casa começa a pegar fogo (aparentemente do nada!) e, desesperado, ele e sua esposa vão embora e encontram um novo lar. Por outro lado, em um determinado dia, surge um outro gato preto muito semelhante a Plutão e as coisas parecem se encaminhar na mesma direção; e o homem dominado pela culpa, horror e paranoia, comete, novamente, atos aterrorizantes. O final desse conto é de tirar o f-ô-l-e-g-o!  


Poe faz questão de nos mostrar o que acontece na mente de uma pessoa que está a beira da loucura e do horror.

Animação do conto:



02 The Mask of the Red Death “ A Máscara da Morte Rubra” (1942)





“DURANTE muito tempo devastara a "Morte Rubra" aquele país. Jamais se vira peste tão fatal e tão terrível. O sangue era a sua encarnação e o seu sinete: a vermelhidão e o horror do sangue. Aparecia com agudas dores e súbitas vertigens, seguindo-se profusa sangueira pelos poros e a decomposição. Manchas escarlates no corpo e sobretudo no rosto da vítima eram o anátema da peste, que a privava do auxílio e da simpatia de seus semelhantes. E toda a erupção progresso e término da doença não duravam mais de meia hora.” (p. 1, parágrafo 1)




E assim começa o meu conto favorito do mestre Poe. Nesse conto, a temática se volta a uma epidemia devastada pela “Morte Rubra” que está assolando esse local, matando todos que a pegam, sem piedade e sem extinções. 

Enquanto toda a população estava morrendo dessa peste, havia uma príncipe chamado “Prospero”, que resolveu se mudar para uma abadia, um local totalmente protegido. El, por sua vez, também resolve levar os jovens afortunados e belos que não haviam morrido da peste pensando que ali estariam a salvos de todo o perigo.

Em um belo dia, o príncipe resolve fazer uma baile de máscaras para todos os seus queridos convidados naquele local. Naquela abadia, cada sala tinha um tema específico, com cores específicas e em uma delas havia uma relógio de ébano que a cada hora soa as badaladas, porém a cada badaladas, o relógio ressoa algo tão sinistro que faz todos do baile pararem de fazer o que estão fazendo e apenas ouvir o terrível som... ( eles sentem que algo estranho pode está para acontecer cada vez que escutam mais uma badala). Quando o relógio mostra meia noite e meia, 12 badaladas extas, algo terrível está prestes a acontecer quando um convidado “sinistro aparece”... 
Esse é um conto curtinho, mas que, realmente, nos causa arrepios. Poe relata a estória de uma forma sombria, porque a cada nova badalada você espera o pior e tem medo do que está prestes a acontecer.


Áudio do Conto

Adaptação Cinematográfica estrelada por Vincent Price (1964)




03 The Fall of the House of Usher “A Queda da Casa de Usher” (1839)



“Durante todo um dia pesado, escuro e mudo de outono, em que nuvens baixas amontoavam-se opressivamente no céu, eu percorri a cavalo um trecho de campo singularmente triste, e finalmente me encontrei, quando as sombras da noite se avizinhavam, à vista da melancólica Casa de Usher.” (p. 1, parágrafo 1)




Esse conta apresenta a estória de um certo homem – cujo nome não é comentado; que depois de vários anos, recebe um recado de um velho amigo , Roderick Usher, que está muito doente e perto da morte, pedindo que o visitasse.

Ao chegar na casa, esse amigo percebe que a mansão na qual o velho e doente amigo vivi está em ruínas e a mesma tem um sentimento triste e melancólico (tipo aquelas mansões antigas que só de olhar da medo!). Ele é muito bem recebido, porém nota que há algo de muito estranho naquela casa. Com o passar dos dias a irmã de Usher - que carregava a mesma doença esquisita do irmão; morre. Orientados pelo médico, eles tiveram que velar o corpo da pobre garota de uma forma diferente e por mais dais que o habitual. Então, o velório acontece no porão da casa que é muito próximo do quarto de hóspedes. Uma semana depois, numa madrugada de tempestade, coisas horripilantes acontecem dentro da casa de Usher.


Animação do Conto







04 The Tell Tale Hear “ O coração Delatador”


“É verdade! Nervoso, muito, muito nervoso mesmo eu estive e estou; mas por que você vai dizer que estou louco? A doença exacerbou meus sentidos, não os destruiu, não os embotou. Mais que os outros estava aguçado o sentido da audição. Ouvi todas as coisas no céu e na terra. Ouvi muitas coisas no inferno. Como então posso estar louco?" (p.1, parágrafo 1)




Essa é a estória de um cara considerado louco, porém ele tenta nos esclarecer que ele é totalmente lúcido e explica o porque de suas ações macabras. 


“O senhor acha que sou louco. Homens loucos de nada sabem. Mas deveria ter-me visto. Deveria ter visto com que sensatez eu agi — com que precaução —, com que prudência, com que dissimulação, pus mãos à obra! Nunca fui tão gentil com o velho como durante toda a semana antes de matá-lo.” ( p. 1 , parágrafo 3)

Tudo isso acontece quando ele começa a trabalhar na casa de um idoso, de manhã a sua aparência é a de um homem sensato e prestativo, mas a noite ele se transforma, começa a ficar obcecado pelo o olhar do idoso e como seu coração batia ( sim, ele dizia que podia ouvir o palpitar do coração!), já não aguentando mais aquela situação, ele resolve matar o idoso achando que depois teria sossego. Este seria apenas o começo da sua insanidade...



Animação do Conto



05 The Oval Portrait “ O Retrato Oval”



“O castelo em que o meu criado se tinha empenhado em entrar pela força, de preferência a deixar-me passar a noite ao relento, gravemente ferido como estava, era um desses edifícios com um misto de soturnidade e de grandeza que durante tanto tempo se ergueram nos Apeninos, não menos na realidade do que na imaginação da senhora Radcliffe. Tudo dava a entender que tinha sido abandonado recentemente. (P. 1, parágrafo 1)




Em uma noite tempestuosa, um homem afortunado e seu criado, foram feridos, então eles precisam encontrar um lugar para se manterem salvos, por esta noite. Então, eles encontrar um castelo antigo e aparentemente abandonado. Ao escolher um quarto, o homem percebe que há muitos quadros espalhados pelo quarto, e se depara com um, em especial, que contêm uma estória muito triste e sombria...
É um conto curtinho, porém tem uma narrativa que deixa a gente vidrado e um suspense que não nos faz querer largar até saber o seu desfecho.



Animação do conto



Tim Burton e Edgar Allan Poe

Quem admira o trabalho do cineasta Tim Burton, já sabe que a maioria dos filmes dele tem uma pegada gótica que, muita vezes, beira o bizarro. 

O que muitos não sabem é que ele iniciou sua vida profissional fazendo uma animação chamada “Vincent”, que narra a estória de uma garotinho de 7 anos que queria ser como Edgar Allan Poe e Vicent Price. 

É uma animação divertida e com a velha pegada gótica do Tim. O que torna tudo mais interessante de assistir é o fato de ser narrado pelo ator que, além de fã dos trabalhos de Poe, já participou de diversas adaptações cinematográficas dos contos do mestre do suspense: Vicent Price.


Animação



Seja lendo os contos ou assistindo as animações ou os filmes adaptados, acredito que se você curte o gênero, DEVE conhecer o incrível trabalho de Edgar Allan Poe.

(POEme-se ❤ )

29 comentários:

  1. Ola
    Eu nunca li nada do autor, mas ja li muitos comentários positivos a respeito. E como curto o genero, morro de vontade de conferir. Essa edição parece estar maravilhosa e com certeza gostaria de ter um exemplar em minha estante. Achei muito interessante as animações dos contos. O fato dos contos servirem como base de estudo torna tudo mais curioso também.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você curte o gênero, o que tá esperando para ler?! Garanto que não irá se arrepender!!!
      Acredito que tenha todos esses contos em pdf e também tem várias edições tão lindas quanto essas!

      Espero que leia e conheça o universo fantástico do Poe!
      Beijos Fer.

      Excluir
  2. Eu nunca li nada dele, não curto o gênero e ele é um dos mais intensos quando se trata de terror. Mas aluns de seus contos me deixam muito curiosa e tenho certeza que se eu der uma chance, eu vou me surpreender bastante e até gostar da leitura, por mais louca e aterrorizante que seja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza você irá se assustar e ,principalmente, se apaixonar pelo universo do Poe!

      Espero que leia algo!
      Beijos, Beatriz!

      Excluir
  3. Me sinto uma extraterrestre por nunca ter lido nada do autor. Já tentei, mas realmente não funcionou para mim e eu não insisti. Mas entendo a importância de sua obra e sempre vejo e leio elogios empolgada para com o que le produziu.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas cada um tem um gênero que lhe agrade mais, super normal né?!
      Beijos Ivi!

      Excluir
  4. Apesar de Poe ser um grande clássico da literatura e marcar bem uma fase, uma escola da nossa literatura ele não me cativou. Acho a leitura das obras dele muito difícil e muito fácil de se perder, mas admiro muito quem goste como você. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que não tenta ler alguma adaptação dos contos dele? Eu sei que Clarice Inspector traduziu alguns dos mais célebres contos do Poe e ela usou de uma linguagem bem acessível ;) :)

      Espero que se interesse! Abraços Cat!

      Excluir
  5. Olá!! :)

    Eu não conhecia o autor e nunca li nada dele, nenhum conto mesmo!! :) ahah Eu adorei conhcer!! ahah

    Bem, fiquei especialmente curioso com The Fall of The House of Usher!! :) Espero ler em breve!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse conto é muito bom! Meu TCC foi uma análise de The Fall of The House of Usher! Super recomendo a leitura!!!!

      Excluir
    2. Mais do que recomendada a leitura! É um conto tenebroso e fantástico! :)

      Excluir
  6. Olá
    Acredite ou não, mas eu nunca li nada desse cara rsrs. Sou muito fã do gênero que ele escreveu e sem dúvidas acho que iria amar suas obra. Adoro essa edição da Tordesilhas pois eu já vi de perto kkk. Eu não sabia que o Tum tinha essa animação, achei bem interessante,,irei procurar mais coisas sobre a mesma. Adorei a resenha, até mais ver
    Bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se arrependerá de forma alguma em explorar o universo do Poe. E como tu curtes o gênero vai ser mais fácil ainda gostar!!

      Espero que tenha alguma oportunidade de ler ou explorar mais sobre Poe ou as animações do Tim!

      Abraços!

      Excluir
  7. Oie,
    Como boa leitora, sempre ouvi falar muito bem de Alan Poe, mas nunca me interessei pela leitura, pois na minha cabeça era algo muito chato (sendo que eu nem sabia do que se tratavam os livros dele). Depois da sua resenha eu adorei!! Quero ler A Mascara da morte rubra e quero uma edição de contos que nem a sua!
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jessica,
      Se tu curtes esse gênero, tenho certeza que irá AMAR! E esse conto é de se arrepiar! Vale super a pena!

      Quando ler, vem aqui dizer o que achou!
      Boa Leitura :)

      Excluir
  8. Olá Pri,
    Já li um conto aqui e outro ali do autor, mas nunca fiquei curiosa para ler mais nada dele.
    Gostei muito da postagem e fiquei bem curiosa com relação aos contos que você trouxe por aqui. O que mais chamou minha atenção foi O Retrato Oval, achei a premissa interessante.
    Preciso POEmizar-me haha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  9. Assim que poder, POEmeze-se e não irá se arrepender! Esses contos que eu trouxe, são os mais conhecidos e mais incríveis também!

    Beijos, Bruna!
    :)

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Eu ainda não li nada do Poe, inclusive tenho receio dos contos dele.
    Sempre acho que vou ficar com medo da história. Sei que é bobagem, mas não consigo tirar isso da cabeça.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Oi. Tudo bem?
    Olha, eu amo os contos do Edgar Allan Poe. Eu tenho uma livro com vários contos do escritor, tanto que alguns que você apresentou na resenha já conhecia, mas tem alguns que ainda não li e para ajudar eu achei esse edição belíssima, ainda não tinha tido a oportunidade de conhecê-la. Achei incrível. Quando ao curta do Tim Burton, eu fiz um trabalho bem bacana este ano no meu mestrado, em que procurei identificar algumas intertextualidades entre o curta e os contos de Poe. E existem muitas referências a Poe no curta, como por exemplo o trecho final que remete ao poema O Corvo. Adorei saber que existe essa edição, com certeza, vou procurar para comprar, pois eu amei.
    Abraço!

    meuniversolb.wixsite.com/meuniverso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, o desfecho do curta é a parte que mais gosto ("Nevermore"). O corvo é um poema excepcional! E fiquei interessada em ler sobre seu trabalho no mestrado, caso queria compartilhar comigo, fique a vontade :)
      A edição da tordesilhas é M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A! Irá amar com certeza!

      Beijos!

      Excluir
  12. Oi Pri!
    Eu AMO esse gênero do terror, suspense e policial. São os meus estilos de leituras e filmes favoritos. Sendo assim, ano passado tentei ler o "Histórias Extraordinárias", mas infelizmente não curti muito e abandonei a leitura no meio. Li alguns contos e estava esperando muito mais do que achei ali - para mim, parecia contos que poderia encontrar em qualquer livro, que qualquer pessoa poderia escrever.
    Mas pretendo dar mais uma chance para ele com "O Enterro Prematuro", que ouvi muitas críticas positivas e ele me interessa bastante.
    Espero gostar mais quando ler outra coisa dele.
    Essa edição é maravilhosa!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/11/um-livro-ok-o-grande-gatsby.html

    ResponderExcluir
  13. oie, eu nunca li nada do poe mas seus resuminhos me deixaram com uma baita curiosidade, em especial para conhecer o conto do gato preto e do homem que encontra o quarto com a história triste. espero poder ler.

    ResponderExcluir
  14. Que ilustrações perfeitas ein, apesar de sinistras, vamos combinar! Todos amam esse autor e suas obras, mas admito que nunca cheguei a ler nada dele, apesar de querer loucamente conferir o que tão falam bem dele! Esse livro eu fiquei muito interessada, provavelmente lerei futuramente, seu post ficou muito bom!

    ResponderExcluir
  15. Nossa, fiquei totalmente apaixonada pelas fotos, a diagramação do livro está simplesmente espetacular. Nunca li nada de Poe, mas sei que seus contos são mesmo estudados e bastante filosóficos, com essa pegada gótica. E como eu sou uma grande fã do Burton, devido a pegada gótica dele, acredito que os escritos desse autor renomado irão me agradar também.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  16. Oiii!!
    Nunca li nada do autor acredita? Todo mundo fala dos livros dele, mas até hoje não tive muita coragem de ler justamente por ter uma pegada meio Dark. Fiquei bem impressionada com os contos desse livro. Achei um mais tenso que o outro kkkk. Espero criar coragem para ler um dia, mas já sei que vou ter que me preparar psicologicamente para isso rsrs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Olá,

    Sempre tive uma grande curiosodade sobre as obras do autor, mas por falta de oportunidade, ainda não li nada dele. No entrando, lendo algumas resenhas sobre os contos deles ou post como esse seu, mais interativos, percebi que o autor tem um quê de dark muito forte, e isso não é algo que me agrade muito :/

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oieee, tudo bem??? Eu acho o Poe sensacional, realmente a sua obra é muito reflexiva e filosófica. Quero muito esse livrooooo e conferir esses contos, só fico com pena do Plutão (O gato preto)! Bjossss

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oiee ^^
    Eu ainda não li nada do Poe (shame on me), mas tenho muita curiosidade de conhecer seus contos, principalmente depois que comecei a ver a série "The Following". Ainda não conhecia este livro, mas achei a diagramação incrível, e fiquei curiosa para ler os contos.
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  20. Oi oi querida,
    Fico muito feliz que você tenha gostado do livro, é sempre ótimo embarcar em uma leitura ótima e que termina deixando um sorriso no rosto da gente. Fiquei muito curiosa para saber mais sobre a trama e poder acompanhar o desenvolvimento dessa história.

    P.S essa edição é linda...Adorei

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir

® Faces em Livros | Layout por A Design - Ilustração por Graciele Paiva