Entre livros & filmes|| PARTE I- Psicose:A história do romance que deu origem ao clássico de Hitchcock



Título: Psicose
Obra Original: Psycho 
Diretor: Robert Bloch
Editora: DarkSide
Páginas: 256
Ano: 2013 (Limited Edition)
Classificação:
Sinopse:  Livro que deu origem ao mais famoso filme de suspense de todos os tempos. Psicose conta a história de Marion Crane, que foge após roubar o dinheiro que foi confiado a ela depositar num banco. Ela então vai parar no Bates Motel, cujo proprietário é Norman Bates, um homem atormentado por sua mãe controladora. Belo suspense, de tirar o fôlego!




Background: Robert Bloch e o caso de Ed Gain 

A obra Psicose foi publicada em 1959; ela é considerada um clássico e ícone do horror na qual seu escritor,  Robert Bloch, se inspirou no famoso caso de Ed Gein ( um dos serial killers mais famosos de todos os tempos!). Bloch, ao publicar o romance, anunciou de forma totalmente imprevisível o fenômeno de romances baseados em serial killers. Portanto, de 1959 até os dias atuais temos inúmeras obras e, principalmente filmes, que se remetem a essa temática como Sexta-Feira 13 e O massacre da Serra Elétrica (ambas também inspiradas no caso de Ed Gein). 

O livro teve dois lançamentos no Brasil: em 1959 e 1964, ou seja, cerca de 50 anos sem nenhuma edição no país; entretanto, depois de muita luta até conseguir os direitos autorais, finalmente, a Darkside Books reparou todos os danos e, em julho de 2013, é lançado duas versões incrivelmente lindas e caprichadas: uma é a versão classic edition e a outra é a limited edition, que inclui imagens do clássico filme homônimo de Hitchcock.

A História por trás de Psicose: Ed Gein.




No final de novembro de 1957, ninguém jamais esperaria que um enfadonho vilarejo de Wisconsin, Plainfield (USA), seria moradia de um dos mais terríveis assassinos em série já nascidos no país: Ed Gein, condenado por assassinato, canibalismo, travestimo e roubo de cadáver. Além disso, ele tinha obsessão por sua mãe morta, alegando que falava e sentia a presença dela, tanto que todo os objetos dela ficaram intactos enquanto os demais cantos da casa jaziam objetos feitos com pele humana. 
O livro foi livremente inspirado nesse caso de Ed Gein, ( Alerta de spoiler! Ultrapasse as linhas vermelhas caso não queira saber ) tendo o seu protagonista Norman Bates como um homem solitário que vivia em uma localidade rural isolada, teve uma mãe dominadora, construiu um santuário para ela em um quarto e se vestia com roupas femininas. Além disso, a mãe de Gein não deixava que estranhos interagissem com ele e seu irmão. Ao frequentar a escola, a mãe chegava ao ponto de impedir qualquer tentativa do filho ter amigos. Gein confessou ter desenterrado várias sepulturas de mulheres de meia idade, que se pareciam com a sua mãe e fazia uma insano ritual travesti. Ele também admitiu que matou uma mulher chamada Mary Hogan ( no romance de Bloch, a protagonista chama-se Mary Crane).
O autor, morador de uma cidadezinha no estado de Wisconsin, nos Estados Unidos, soube por notas nos jornais de um caso assustador no vilarejo de Plainfield e achou intrigante toda a história e resolveu escrever tudo num caderno e, posteriormente, escrever um livro nada casual para a época, abordando essa temática.



Enredo 

O romance conta-nos a história de dois personagens: Norman Bates e Mary Crane. Norman é um homem de 40 anos (diferentemente do filme de Hitchcock, ele não é descrito como um homem jovem, alto e belo, mas sim como um homem careca, de estrutura baixa e gordo) que é solteiro e mora com sua mãe. Ele dedica sua vida apenas para cuidar da mãe - Norma Bates - e do motel da família, que está sofrendo com a perda de clientes após uma estrada alternativa para a cidade ter sido criada. Suas únicas distrações eram embalsamento de animais e livros de conteúdos adultos. Sua relação com a mãe é bastante conflituosa. Ele luta diariamente com as exigências e super proteção de Norma; uma hora ele quer largá-la e viver sua vida, outra hora ele insiste em ficar ao lado dela e protegê-la do que for preciso, alegando que ela estava velha e insana e que precisava muito da sua proteção assim como ele precisava da proteção da mãe. 

"Era como se fosse duas pessoas, na verdade - a criança e o adulto. Quando pensava na Mãe, ele voltava a ser criança, usava vocabulário de criança, referências e reações infantis. Mas quando estava sozinho, não; em verdade, não sozinho, mas afundado em um livro, era um indivíduo maduro."


Diferentemente de Norman, Mary Crane é uma mulher independente e infeliz com sua situação financeira e amorosa. O seu namorado está atolado em dívidas e por isso não consegue se casar com ela. Além disso, Mary trabalha numa empresa na qual não gosta e quando seu patrão entrega uma quantia de 40 mil dólares para ela depositar no banco, ela se vê tentada a roubar todo o dinheiro, pagar todas as dívidas do namorado e se casar com ele. Tomada por esse desejo, Mary resolve fugir com todo o dinheiro. Após um longo dia na estrada, ela resolve encontrar um local para descansar um pouco antes de chegar à cidade do seu namorado. Por fim ela encontra o Bates Motel cujo dono é Norman Bates. 


Encantado pela beleza de Mary Crane, Norman decide convidá-la para lanchar em sua casa. Isso faz crescer a raiva e o ciúme que mora dentro da Sra Bates. Norman explica para a senhorita Crane um pouco do seu relacionamento com sua mãe, alegando que ela não está bem e que precisa de seus cuidados para não ser uma pessoa insana. Ele também solta umas das frases mais conhecidas do livro:  
"Eu acho que todos nós somos um pouco loucos de vez em quando." Norman Bates.




Quando Mary volta para o quarto, uma das cenas mais famosas do cinema também acontece no romance: o assassinato de Mary pelas mãos da mãe de Norman no chuveiro:

E foi a faca que, no momento seguinte, cortou o seu grito. E a sua cabeça. (página 55)



Literatura X Cinema 

Diferente do livro, no cinema Hitchcock preferiu que ela fosse esfaqueada pelo corpo todo ao invés de ser só na região da cabeça, fazendo com o que a cena épica fosse mais prolongada e dramática.







Acredito que todos devem ter assistido ao menos essa clássica cena do chuveiro e aposto que vocês devem está lembrando daquela trilha sonora de tirar o nosso fôlego que acompanha essa cena que marcou a história do cinema na década de 1960.


Cena do chuveiro

Este é o principal acontecimento que desencadeará todos os outros da narrativa. A irmã, o namorado de Mary e uma detetive começam a investigar o sumiço da jovem, e o suspense vai aumentando cada vez mais, e por fim, chega ao final revelador para alguns, não revelador para quem já assistiu a versão do titio Hitch. Mesmo assim, com certeza faz você terminar o livro e se arrepiar com esse desfecho tão inteligente e surpreendente.



  
Psicose fala sobre o poder que a mente pode ter sobre nós, principalmente quando ela se torna nossa inimiga. É um livro indispensável para quem gosta de ler um bom livro de suspense. O livro é curto e a narrativa é, apesar do suspense, leve, e a leitura segue rápido.



61 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões por aqui e realmente gostaria de podwr ter um exemplar desse em minha estante. A edição está um sonho, mas isso já é esperado vindo da editora maravilhosa. Fiquei ainda mais motivada e com certeza esse título está na minha lista de desejados.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.con

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha contribuído para lhe deixar mais motivada! Espero que posso ler esse livro incrível! Beijos!

      Excluir
  2. Olá
    Eu tenho muita curiosidade de ler essa obra que é tipo uma relíquia das relíquias para a um leitor kkkm acho a EDIÇÃO da DarkSide muito foda e pretendo comprar ela pra mim em breve. Enfim,adorei conferir seu post sobre o assunto, e espero rever esse filme pois já faz muito tempo que vi. Até mas vê
    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Manoel! O livro é realmente incrível e vale a pena ler :)

      Excluir
  3. O enredo é bem conhecido e eu já assisti as duas versões no cinema para o livro, mas ainda assim, quero muito ler o livro porque é um clássico e essa edição está muito caprichada.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um clássico que todos devem ler! Vale muito a pena! :)

      Excluir
  4. Olá, boa tarde! Nunca vi o filme e nem a série, apesar de ser um clássico de sucesso não é algo que eu gostaria de ler. Gostei das suas impressões sobre o livro e essa edição está bonita, mas passo a dica para os fãs do gênero, beijão!

    ResponderExcluir
  5. olá Pri,
    Já assisti ao filme inúmeras vezes, mas ainda não li o livro.
    Gostei muito da sua postagem e dessa comparação que você fez. Eu já sabia dessa diferença no esfaqueamento.
    Acho muito fascinante ler obras que mostram como a mente age em algumas situações e esse livro parece que vai me presentear muito bem com isso.
    Vou anotar a dica e parabéns pela postagem.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ter certeza que vai Bruna! Mesmo a gente conhecendo a estória, é uma leitura muito prazerosa de se fazer! Não irá se arreoender ;)

      Excluir
  6. Esse livro é foda... Eu comprei logo no lançamento e li numa sentada. E confesso que o filme é bom, mas o livro é fantástico. Quando li o finalzinho onde fazia referência ao Ed Gein, logo fui atrás da história dele, e descobri que ele inspirou outros filmes do gênero, que medo.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro incrível mesmo! E nem se preocupe que a editora Dark Side já cuidou disso e há vários livros que mencionam ou se baseiam no caso de Ed Gain, como Sexta-feira 13 e O massacre da Serra elétrica. ;) :)

      Excluir
  7. Eu nunca assisti o filme, acredita?
    Amo o gênero, mas ainda não tive a oportunidade de assistir, e nem de ler, mas pretendo fazer ambos em breve, então adorei saber mais um pouquinho sobre eles, o enredo e as mudanças que tiveram na adaptação cinematográfica.
    Seu post ficou simplesmente incrível, bem completo mesmo!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo carinho Carol! Beijos pra ti lindona!

      Excluir
  8. Muitos falam desse livro e já ouvi falar do filme, confesso que estou curioso para conferir os dois, quem sabe um dia não me surja a oportunidade.

    Ótima postagem.
    Ateciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  9. Oii Pri, tudo bem? Adorei teu post, super completo. Tenho muita curiosidade em fazer essa leitura, principalmente para saber mais sobre esse final tão surpreendente. Eu nunca assisti o filme, mas só ouço elogios. Quero ler essa obra antes :D Espero gostar. E essa edição da darkside é linda demaaais <3
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gosta do gênero, tenho c-e-r-t-e-z-a que irá amar ambos! Quando tiver alguma oportunidade, aproveite pra ler e assistir :)

      Excluir
  10. oie, eu gosto desse tipo de livro e mesmo ja tendo ouvido falar bastante a respeito desse nome, nunca fiquei sabendo do que ele tratava exatamente e não assisti o filme, porque não gosto muito de filmes, mas fiquei querendo ler e é uma boa pedida para esse mês do terror.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha a oportunidade ler essa obra. Se gosta do gênero, tenho certeza que irá amar o livro!

      Excluir
  11. Um verdadeiro clássico!
    Adorei ver sua resenha e relembrar detalhes dessa história. A edição da Darkside está perfeita, como sempre, e essa mistura de filme e livro ficou incrível.
    Amo filmes de terror e é sempre bom ver indicações deles por aqui.
    Parabéns pelo post.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! O filme é um clássico do horror, e se você curti cinema, DEVE assistir por que tenho certeza que irá aprecia-lo bastante!

      Excluir
  12. Olá,
    Gosto muito do filme e fiquei chocada em saber que se passaram 50 anos antes que tivesse uma outra edição.
    O fato feliz é que foi a DarkSide que fez essa nova edição e simplesmente ficou maravilhosa! Já vi muita gente comentando sobre ela, mas ainda não consegui adquirir o meu exemplar!
    Relembrar os detalhes desse clássico é até nostálgico.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É nostalgia pura! haha
      Espero que tenha a oportunidade de ler esse clássico ;)

      Excluir
  13. Oi!

    Psicose é um dos meus filmes favoritos. Li o livro e fiquei fascinada também. Adorei o seu post, já sabia das informações, mas para quem não sabia esse post´e um prato cheio. A darkside lançou duas edições maravilhosas, ainda bm que lançou, poruqe o livro é incrível.

    Deu até vontade de reler e rever hahaha

    beijos =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com as suas palavras! Psicose ( livro e filme) são meus queridinhos e favoritos também!❤

      Excluir
  14. Oi!
    Gente, não sou fã de liros assim mais esse realmente me chamou atenção, em pensar que um cara vê sua mãe e assassina por ela, como nossa mente as vezes nos faz inimigas de nós mesmos.Fiquei realmente curiosíssima com sua resenha

    Beijos

    Biblioteca Desajeitada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida. Espero que tenha a oportunidade ler ou assistir Psicose! Tenho certeza que não irá se arrepender! ;)

      Excluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Oi, Amanda. Tudo bem?
    Preciso muito desse livro. Tenho muita vontade de ler, mas ainda não comprei. Adoro os livros da Darkside Books e essa edição está maravilhosa. Preciso ter em minha coleção. Por enquanto, eu só assisti ao filme, que assim, eu amei. Amo suspense e não vou deixar de ler esse livro. Adorei saber um pouco mais sobre a história na sua resenha. Ai, deixa eu perguntar: aquelas cenas do filme tem no livro, ou foi alguma montagem que você fez?
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado! Todas as fotos com cenas do filme estão na edição limited edition da darkside books, e o livro é MUITO lindo mesmo ❤

      Excluir
  17. Olá, Pri.
    Que postagem rica e completa!
    Você fez um belo trabalho ao relacionar as diversas mídias de uma obra, porque nos permite de uma noção geral do que encontrar em cada categoria.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz em ler isso e muito obrigada pelo carinho ❤ !

      Excluir
  18. Realmente este é um livro indispensável para quem gosta de um bom suspense. Não é atoa que além de livro e filme o enrendo se tornou série. A forma de escrita do autor e como mostra o poder de nossa mente sobre nós é incrivel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! E Bates Motel é minha séria queridinha também! ❤

      Excluir
  19. Olá!
    Morro de vontade de assistir a esse filme, apesar de ser um clássico nunca tive realmente a oportunidade de tirar minhas próprias conclusões sobre a obra e fiquei muito tentada a ter essa edição linda que a Darkside lançou e descobrir o desfecho da trama, ainda que eu imagine qual possa ser. Achei o seu post fantástico pois você conseguiu buscar detalhes e informações de todos os lados que compõe essa história e trouxe curiosidades que eu não fazia ideia de que existissem.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ow, muito obrigada pelas palavras singelas! Se tiver oportunidade não hesite em ler e assistir esse clássico, vale muuuuuuuuuuito a pena! ❤

      Excluir
  20. Olá, Pri! Não conhecia o livro e confesso que nunca vi o filem, apesar de saber de seu sucesso e conhecer as famosas cenas! Gostei muito da sua análise sobre ambos e de poder conhecer mais da obra através dela. ;)

    Beijos,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida! Se tiver oportunidade não hesite em ler e assistir esse clássico, vale muuuuuuuuuuito a pena! ❤

      Excluir
  21. Olá!
    Desde que conheci melhor esse mundo de Psicose, assistindo ao filme e a série Bates Motel, achei muito interessante e sempre fico procurando saber um pouco mais. Esse livro me chamou muito a atenção por causa disso, não sabia que existia ele.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A editora darkside books lançou duas edições dele e essa limited edition está perfeita! Se tiver oportunidade não hesite em ler e assistir esse clássico, vale muuuuuuuuuuito a pena! ❤

      Excluir
  22. Olá!

    A bem da verdade, digo que amei sua resenha e embora já tenha ouvido falar muito desse livro, ainda não tive o prazer de ler e nem nunca vi os filmes. Mas, é claro, que eu já conhecia o Norman Bates e jurava que não sabia que ele era inspirado nesse homem pavoroso aí. Fiquei muito tentada a ler esse livro e conferir mais de perto essa obra que parece ser tão incrível. Ah, pretendo começar a série Bates Motel também.
    Obrigada pela dica.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras Ingrid. E Se tiver oportunidade não hesite em ler e assistir esse clássico, vale muuuuuuuuuuito a pena! E Bates Motel é uma série muuuuuuuuito boa ❤

      Excluir
  23. Esse livro merece um lugar de destaque na estante só pela relevância e pelo clássico que é. É o Resident Evil (jogo) dos livros, pois instaurou um novo patamar de suspense e horror. Sensacional!

    Grande abraço.

    Leonardo Lagassi,
    Plataforma 9¾

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! E se tiver oportunidade não hesite em ler e assistir esse clássico, vale muuuuuuuuuuito a pena! E caso já leu, iai gostou? !❤

      Excluir
  24. Oie
    Então eu tenho esse livro foi uma compra recente então ainda não comecei a ler mais gosto de livros de suspense e como este é bem conhecido a probabilidade de eu gostar é bem maior. Eu nunca vi a adaptação na integra mais é claro que algumas cenas eu sempre vejo por ai.
    Adorei o post bem detalhado muito bacana.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada! E se tiver oportunidade não hesite em ler e assistir esse clássico, vale muuuuuuuuuuito a pena! ❤

      Excluir
  25. Oi Xará, tudo bem?

    Menina, AMEI SEU BLOG! Ficou maravilhoso *-* Lembro bem quando estava montando kkkk

    Amo livros com este tema e Psicose está no topo da minha lista de próximas aquisições.

    Sua resenha está incrivel e ainda me deixou com gostinho de quero mais (:

    Parabens Amandinha, pela resenha e pelo blog <3

    ResponderExcluir
  26. Oie
    aff sou muito suspeita para falar pq esse filme é maravilhoso para mim e fico imaginando o livro, sou louca para ler ainda mais essa edição maravilhosa, que bom que gostou, adorei a sua resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas suas singelas palavras! E Se tiver oportunidade não hesite em ler e assistir esse clássico, vale muuuuuuuuuuito a pena! ❤

      Excluir
  27. Estou aqui babando nessa edição! :o
    Eu nunca assisti ao filme, mas essa cena do chuveiro é icônica, acho difícil alguém não conhecer!
    Eu não sabia que a obra tinha sido inspirada em um caso real, não conhecia esse Ed, gostei de saber, isso torna a história ainda mais sombria.
    Esse com certeza é um livro que eu gostaria de ler, espero fazer isso assim que for possível.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quando tiver essa oportunidade não hesite em ler e assistir esse clássico, vale muuuuuuuuuuito a pena! ❤

      Excluir
  28. Oiii!!
    Gostei bastante da sua resenha. Não é o tipo de livro que eu gosto de ler, e a cena épica citada já tinha visto antes sim rsrs. É uma cena bem famosa.
    Vou indicar a leitura para alguns amigos que gostam.
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Oie!!!
    Acho que estas edições da Darkside estão se superando cada vez mais! Nossa o livro está sensacional assim como sua resenha! Assisti ao filme há muito tempo atrás tanto que já nem me lembrava muito bem do enredo! Mas você fez um trabalho de pesquisa sensacional e amei saber algumas das coisas que no livro são diferentes do filme. Você que é fã deste livro deve já ter visto o filme "Hitchcock" de 2012, onde é contado o "making off" de "Psicose", mas se não viu deve ver, pois é bem interessante!
    Valeu a dica!
    Bjinhos ;)
    Elaine M. Escovedo
    Caminhando Entre Livros
    Http://www.caminhandoentrelivros.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Olá Elaine! Fico muuuuito feliz que tenha gostado da resenha! Eu sou fã de carterinha do Hitchcock, não só assisti o filme como eu tenho o livro na qual conta o making of do filme e que me ajudou muito a escrever essa resenha, caso se interesse o nome do livro é " Alfred Hitchcock e os bastidores de Psicose", diferentemente do filme, o livro conta detalhes mais técnicos de como foi fazer o filme, como foi aclamado pelo público, e também, através desse livro a gente fica sabendo mais sobre a história de Ed Gein e de como o escritor Bloch se inspirou para escrever o livro!
      Se você curte cinema e se interessa pela 7 arte, é um livro sensacional!
      Beijos flor.

      Excluir
  30. Oi!!
    Fazia tempo que eu queria ler esse livro e no sábado passado resolvi pegar e matar a minha curiosidade, nossa a leitura foi muito rápida e cada pagina que lia ia lembrando do filme. Um dos melhores clássicos que já li e vale muito a pena apostar nele.
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo demais com você viu! Eu sou apaixonada tanto pelo livro como pelo filme!
      Beijos Liz!

      Excluir
  31. Curti demais a resenha! Esse é um clássico que ainda não consumi -- nem filme, nem livro --, mas tenho muita vontade. E essa edição da DarkSide? Essa editora tá sempre surpreendendo um monte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma das edições mais lindas da DarkSide, e vale super a pena tê-la!
      Beijos, Nicolle!

      Excluir

® Faces em Livros | Layout por A Design - Ilustração por Graciele Paiva